fbpx
85 Results

marketing de conteúdo

Pesquisar

Como iniciar uma estratégia de Marketing de Conteúdo

O investimento em marketing de conteúdo tornou-se prioritário para as empresas. É compreensível, uma vez que a disputa pela atenção dos usuários na internet é cada dia mais acirrada, exigindo das marcas estratégias mais eficientes.

Para entender melhor a dimensão conquistada pela atividade, veja os dados apurados na pesquisa Content Trends:

  • na edição de 2017 do estudo, 68,5% dos entrevistados disseram investir em marketing de conteúdo. No levantamento de 2018, esse número subiu para 73%;
  • entre as empresas que não usam conteúdo em suas estratégias digitais, 61,8% afirmaram que pretendem fazer isso.

O interesse das empresas tem razão de ser: resultados! Um trabalho bem-feito nessa área gera mais visibilidade para a marca, ajuda na captação de clientes e reforça a questão da reputação.

Neste artigo, vamos detalhar melhor as vantagens obtidas com essa estratégia, além de explicar o que deve ser feito no início de um projeto desse tipo. Acompanhe!

Por que investir em marketing de conteúdo?

É difícil imaginar que uma empresa consiga explorar todo o potencial do marketing digital sem investir na produção de conteúdos próprios. Esses materiais são essenciais para que a marca se conecte com o seu público.

As publicações no blog corporativo e nas redes sociais são importantes para várias frentes de atuação das empresas, como as que listamos abaixo.

Visibilidade

No passado, para tornar o seu nome conhecido, as empresas tinham que investir alto em publicidade, usando para isso, na maioria das vezes, os canais de terceiros. Com o marketing de conteúdo, é possível otimizar a estratégia de comunicação.

A abordagem acontece de forma mais sutil, o que garante aumento no nível de retenção da mensagem.

Reputação

Ao assumir a responsabilidade de compartilhar conhecimento com seu público de interesse, a marca passa a ser reconhecida como uma autoridade naquele assunto. Isso reverte positivamente na forma como ela é percebida pelos seus públicos de interesse.

Geração de leads

Com uma presença digital mais forte, resultado da visibilidade e da reputação, a captação de leads ocorre de maneira mais natural. Isso não acontece por acaso. Uma estratégia eficiente nessa área tem como objetivo conduzir o cliente pela sua jornada de compra.

Vamos ver como isso funciona na prática no próximo tópico!

Como estruturar uma estratégia eficaz?

Para obter sucesso com o marketing de conteúdo, é preciso dedicar algum tempo e recursos para o planejamento. Ter toda a estratégia devidamente documentada faz toda a diferença, uma vez que a proposta é estabelecer uma conexão diferenciada com o público.

Listamos a seguir os tópicos que devem ser considerados na elaboração desse tipo de projeto.

Objetivos

O primeiro passo é definir os objetivos da marca no curto, médio e longo prazos. É a velha história: sem saber aonde quer chegar, como escolher os melhores caminhos?

Parece óbvio, mas vemos estratégias fracassarem justamente pela falta de atenção com essa etapa. A principal pergunta a ser respondida é: o que a marca pretende alcançar com a produção de conteúdo? Quer atrair clientes novos? Fidelizar os antigos? Tornar o seu nome mais conhecido? Aproximar-se dos clientes?

Por mais que todos esses objetivos sejam importantes, é fundamental estabelecer prioridades e trabalhar em prol delas. Lembre-se de que as metas devem ser quantificáveis e que é preciso estabelecer quais métricas serão usadas para avaliar o resultado do trabalho.

Persona

Assim como no caso dos objetivos, temos que ter um grupo de consumidores considerado prioritário. Aqui, vale uma das premissas mais antigas do marketing: quem quer falar com todo mundo não fala com ninguém.

A segmentação adequada é que vai garantir que a marca faça uma abordagem cirúrgica, como se exige nesse tipo de projeto.

A melhor maneira de fazer isso é com a criação da persona. Em linhas gerais, trata-se de um personagem semifictício que será a voz do consumidor dentro da empresa.

Na sua construção, usamos as informações básicas sobre o público-alvo, mas temos que ir além, definindo suas principais características. Ela deve ter nome, idade, profissão, rotina diária e até um perfil psicológico.

Canais

Objetivos definidos e foco estabelecido, é o momento de determinar quais canais serão utilizados para a publicação dos conteúdos.

É difícil ser taxativo sobre o que funciona sem conhecer as especificidades da empresa, porém, é fato que os blogs corporativos são a base para uma estratégia eficaz.

O mais indicado é que o blog faça parte do site da organização. Dependendo da situação, também é possível criar um outro endereço. Temos visto essa tática ser adotada com sucesso por algumas empresas — nesse caso, a proposta é criar um canal de caráter mais educativo mesmo, sem ligação direta com a marca.

Para um projeto inicial, de uma operação de pequeno ou médio porte, pode ser uma alternativa mais arriscada.

Além do blog, vale a pena analisar a possibilidade de criar um canal de vídeo (esse formato tem ocupado cada vez mais espaço) e estabelecer uma estratégia específica para as redes sociais.

Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn merecem atenção. Primeiro, por causa da audiência. Segundo, cada um deles tem uma função estratégica para a geração de resultados.

Para definir quais canais serão utilizados, considere as informações reunidas sobre o seu público-alvo. Quais plataformas ele frequenta? A resposta para essa pergunta é um bom ponto de partida.

E atenção: o uso adequado das redes sociais exige alguns cuidados em relação à linguagem adotada (respeitando as particularidades de cada uma) e à gestão dos canais.

É possível encontrar na internet inúmeras ferramentas que facilitam o trabalho e o tornam mais automatizado. É bem complicado querer administrar as publicações de forma manual, uma vez que são altas as chances de erros na programação.

Na hora do planejamento, também tenha em mente que está cada vez mais difícil conseguir bons resultados sem investir em mídia paga, principalmente, no caso do Facebook.

Divulgação

As redes sociais ajudam bastante a garantir mais visibilidade para os seus conteúdos (daí a importância de analisar a possibilidade de fazer algum investimento em mídia), mas essa frente tem outro aliado: o e-mail marketing.

Estratégia de conteúdo bem-feita é aquela que tem audiência, certo? Para isso, é importante adotar iniciativas que ajudem a pessoa a chegar ao seu material. O envio de newsletters costuma funcionar.

O sucesso da abordagem depende de alguns cuidados:

  • personalize as mensagens, uma vez que essa é uma das exigências dos usuários. Trata-se de um endereço pessoal, daí a necessidade de um tratamento diferenciado;
  • use as ferramentas de automação, porque elas permitem que a execução das campanhas seja mais eficiente, especialmente, no quesito mensuração;
  • capriche no visual do e-mail. O usuário precisa identificar a sua marca, reconhecer a qualidade do conteúdo. Para isso, é fundamental ter um material mais bem produzido;
  • valorize as CTAs (Call to Action). Nesse canal, uma boa chamada faz muita diferença para o aumento da taxa de conversão. A relevância do conteúdo é um aspecto importante, mas certifique-se de trabalhar os textos de forma que o usuário entenda a importância do material.

Mensuração

Uma das vantagens do marketing digital é justamente a possibilidade de monitorarmos tudo que acontece nos canais. Quem leu? Quanto tempo ficou no blog? O que fez depois? Quais conteúdos foram mais atrativos?

Assim como acontece na publicidade digital, não faz sentido deixar de aproveitar os recursos disponíveis para analisar os resultados do marketing de conteúdo.

Para não errar, comece estabelecendo os KPIs que serão acompanhados. Não caia na armadilha de valorizar demais as métricas de vaidade. Volume de visualizações, por exemplo, é um dado importante, desde que seja avaliado com outros fatores, como o perfil dos clientes que foram atraídos.

Conteúdos

A melhor maneira de organizar a sua produção de conteúdo é estabelecer um calendário editorial. Nele, devem ser listados os assuntos que serão abordados, bem como as datas de publicação e o formato.

Se deixar para definir essas questões na última hora, são altas as chances de algo dar errado e o blog ficar desatualizado.

Além disso, considere que a tarefa de elaborar o calendário acaba sendo produtiva. Com mais tempo de discussão e de maturação das ideias, a tendência é de que a produção ganhe em qualidade.

Para garantir que o material tenha essa característica, atente para os seguintes pontos.

Diversidade de formatos

Blog posts, vídeos, e-books, webinars e infográficos são os formatos mais empregados no marketing de conteúdo. É importante utilizar todos os tipos? Sim, pois isso vai garantir que o blog não se torne repetitivo.

Conteúdos adequados

A distribuição do material deve ser feita de acordo com a jornada de compra do cliente. Assim, é preciso pensar em conteúdos adequados para cada uma das etapas pelas quais a pessoa passa antes de efetuar uma compra: conhecimento, consideração e decisão.

Os blog posts funcionam bem para todos os estágios, assim como os vídeos, que podem ser usados de forma isolada ou para complementar o texto.

Webinars, e-books e infográficos são classificados como materiais ricos e, preferencialmente, devem ser “negociados” com os usuários, em troca de mais informações.

Essa é uma das premissas, por exemplo, do Inbound Marketing: a oferta de conteúdos mais elaborados é feita por meio de uma landing page. Nesse espaço, além das informações sobre o material, geralmente, incluímos um formulário para extrair dados do usuário.

Como ficou claro neste artigo, há muito a ser feito na estruturação de uma estratégia de marketing de conteúdo. Porém, o esforço vale a pena, em virtude dos resultados. Os aspectos técnicos são importantes, mas o principal é a orientação estratégica, que deve ser norteada pelo respeito ao seu público.

Gostou do artigo? Precisa de ajuda para começar a produzir? Então, veja agora como fazer um blog post que converte!

Conteúdo produzido pela Rock Content.

Guia: Marketing para pequenas e médias empresas

Apesar de ser um termo frequentemente utilizado, muitos ainda não sabem de fato o que é o marketing. Basicamente, é o conjunto de processos e métodos usados para criar, entregar e comunicar conteúdo de valor para usuários, clientes, e toda a sociedade. Diferente do que muitos pensam, ele não é apenas a venda de produtos ou serviços. Mas também a geração de valor da marca – não o preço, e sim o conjunto de características que definem a importância ou merecimento – e o gerenciamento da percepção do público sobre a imagem oferecida pela empresa. Ao longo desse conteúdo você vai descobrir como fazer marketing para pequenas e médias empresas

Por que é importante fazer marketing?

É a ferramenta ideal para as empresas de qualquer tamanho que buscam crescer e aumentar significativamente as vendas. O objetivo dessa estratégia em si não é apenas despertar no consumidor o desejo por algo que ele ainda não tem, mas também satisfazer as vontades de acordo com cada pessoa.  Oferecer a solução para o possível problema do usuário, ou ainda melhorar o relacionamento entre marca e cliente.

Como começar a fazer marketing?

Para começar a realizar estratégias de marketing, é necessário se atentar a alguns itens importantes, confira abaixo alguns deles:

Estudar o público-alvo

Antes de qualquer coisa, é preciso entender os hábitos do cliente, seus gostos pessoais, seus desejos, entre outras coisas, para oferecer o produto ou serviço certo no momento certo. Realizar pesquisas e estudos que indiquem a faixa etária do seu público, a renda e onde estão localizados, irá orientar a empresa no momento do planejamento.

Reunir informações sobre a empresa

É crucial conhecer sua marca por inteiro, de dentro para fora. Informações como verba, posicionamento e características do mercado em que está inserida devem ser utilizadas a favor da própria empresa. Além disso, é importante organizar esses dados em um briefing, que servirá como base na hora de começar os planejamento das estratégias.

Estudar os concorrentes 

Além de estudar o seu público, é importante analisar também os concorrentes. A marca deve definir quem são eles, se são indiretos ou diretos, como se comportam, quais são as estratégias de marketing, e todos os demais fatores que a empresa julgar importante.

Criar estratégias 

Após a fase de analisar as informações gerais sobre a empresa, público-alvo e concorrentes, passa-se para o processo de criar as estratégias que serão utilizadas nas campanhas de marketing. Para isso, algumas etapas deverão ser seguidas:

1) Escolha os canais de veiculação

Analisar onde o público-alvo está inserido, vai orientar no momento de definir quais serão os canais utilizados para a realização das ações, se serão offline ou online. Por isso, é crucial saber as características de cada canal, para que assim a marca entregue o conteúdo certo, no canal correto, no horário com melhor desempenho. 
Canais que podem ser utilizados:

  • Redes sociais (Instagram, Facebook, etc)
  • Sites de busca (Google, Bing, etc)
  • Blogs
  • SMS
  • Serviços de Streaming

Saiba mais informações sobre cada um deles abaixo.

2) Estabeleça o tom de voz que será utilizado

O tom de voz dentro do marketing significa como a marca vai interagir com seu público, de acordo com a personalidade da própria empresa. Se ela vai se posicionar de forma jovem, divertida, ou mais formal, se vai ser mais direta, entre outros. Para isso, é necessário definir como a empresa quer ser vista pelos consumidores, e trabalhar a comunicação em cima disso. 

3) Detalhe quais serão os objetivos

Conforme já citado antes, o marketing pode ser utilizado de vários modos e para os mais diversos objetivos. Então antes de definir quais serão as estratégias adotadas, é crucial definir quais serão objetivos que deverão ser atingidos com o marketing. Uma boa dica para ajudar nesse momento, é identificar quais são os problemas enfrentados pela empresa (por exemplo: ser pouco lembrada) e definir os objetivos de acordo com essas dificuldades (uma meta adequada para o exemplo acima seria melhorar a lembrança de marca perante os consumidores). Uma campanha pode ter um propósito central e outros mais amplos, que poderão contribuir com o objetivo principal.

Preocupe-se com a experiência do cliente

Se a sua marca for utilizar canais digitais nas estratégias de marketing, é necessário oferecer uma plataforma de qualidade, seja o aplicativo, site ou o chatbot, no atendimento ao cliente. Quando o usuário for direcionado para onde a empresa deseja, ele não deve enfrentar problemas de carregamento ou formatação. E sim, uma navegação prática e fácil, assim como o atendimento oferecido deve ser eficaz e rápido. Caso a empresa conte com lojas físicas,  essa experiência do cliente dentro do espaço também deve ser pensado, oferecendo fácil visualização e movimentação pela loja.

Saiba tudo sobre os canais

Citamos acima alguns canais que podem ser utilizados nas ações estratégicas, saiba mais informações sobre eles.

Considere Social Media como estratégia 

Caso a empresa ainda não esteja inserida nas redes sociais, é importante criar contas e fazer uso do social media. Essa estratégia é indicada para todos os tamanhos de empresa, mesmo que pequenas e médias, pois se bem realizada, gera altos níveis de engajamento por parte dos usuários. Uma marca que interage com seus consumidores e cativa seu público, pode ter sua lembrança de marca aumentada, pois se está na boca do povo, se torna popular. 

Quando pensamos em pequenas e médias empresas, o social media é ótimo, pois as ações podem ser trabalhadas de forma orgânica, e se o conteúdo for criado de forma interna, mesmo com investimento, ainda assim pode sair mais econômico, já que o conteúdo é feito dentro da empresa e a mesma que escolherá o valor a ser investido. No início, a marca pode experimentar, fazer testes com diferentes formatos e tipos de conteúdo, para entender o que o público prefere, e ajustar as campanhas oferecendo o conteúdo certo para o público correto.

Adote o e-mail marketing

Ao contrário do que muitos podem pensar, o e-mail ainda está vivo, e apresentando ótimos resultados. Segundo pesquisas, 92% das pessoas ainda utilizam o e-mail diariamente, e com os avanços da tecnologia e dos processos de automação, este canal consegue ser um dos melhores para a  entrega do conteúdo ideal ao público certo. Dentro do marketing, o e-mail é uma estratégia que se baseia no disparo de e-mails para um público pré-determinado, que pode ser descendente de uma base de leads já coletados pela empresa. 

Uso de SMS

O SMS é um dos canais mais efetivos de comunicação. Estudos revelam que o SMS é aberto em até 3 minutos após o seu recebimento, e ainda apresenta uma taxa de entrega de 98%. Ou seja, as chances de visibilidade e alcance se tornam bastante altas, e por isso, muitas empresas já incluem esse canal em suas estratégias de marketing. Além disso, o SMS é versátil, pode ser utilizado para envio de descontos, links de sites, cupons, orçamentos, e até atendimento ao cliente. Seu uso deve ser definido de acordo com os objetivos da empresa.

Mensuração: o caminho para o sucesso

Em todos os canais e métodos citados acima, é importante mensurar os resultados obtidos para conseguir realizar uma análise profunda, e entender os pontos positivos e negativos de uma campanha. As métricas a serem analisadas vão depender dos canais que forem utilizados, por exemplo, em social media, medimos taxas de engajamento e no SMS analisamos a taxa de leitura. Tendo conhecimento completo sobre as informações, a marca pode ajustar a campanha a fim de melhorar os itens que não estão tendo um bom desempenho, e aprimorar ainda mais os que já apresentam resultados satisfatórios.

Parceiro certo para uma comunicação efetiva

Em todos os itens citados, uma coisa é crucial: oferecer comunicação efetiva. Ou seja, em todos os canais, é preciso oferecer um conteúdo atrativo, para o público certo, da maneira correta e no tempo ideal. A TWW  possui anos de experiência, sempre auxiliando as empresas dos mais diversos tamanhos a atingir seus objetivos de marketing e comunicação. Seja por meio de chatbot, voicebot, flash ou SMS, é a ferramenta ideal para otimizar os resultados de uma campanha de marketing. Conta com profissionais preparados para oferecer ajuda e acompanhamento sempre que for necessário. Entre em contato e saiba mais informações.

Como o marketing digital pode ajudar no offline

O marketing digital pode ajudar diferentes tipos de empresas, com as mais diversas modalidades e segmentos. A jornada do cliente se tornou mais complexa nos últimos anos, já que os usuários buscam mais informações na internet sobre um produto ou serviço, antes de comprá-lo. Além disso, as pessoas estão cada vez mais conectadas, sendo assim, essa busca por informações é mais rápida e acessível.

Oferecendo bons resultados, o marketing digital é uma crescente dentro das estratégias escolhidas pelas marcas. Já que oferece uma segmentação mais exata, que permite falar com o público certo, na hora certa. Ele pode, inclusive, ajudar a alavancar o resultado de ações offline e da sua loja física, não ficando restrito ao e-commerce.  Saiba como as estratégias de marketing digital e offline podem estar alinhadas para otimizar resultados.

Como utilizar o marketing digital para resultados offline?

O marketing digital funciona muito bem para serviços e produtos que são normalmente vendidos no offline, se utilizado de maneira correta. Conheça alguns exemplos onde essa união de canais, pode funcionar.

Compras complexas

Essa estratégia ajuda a divulgar produtos e serviços que oferecem vendas complexas, ou seja, onde o usuário pesquisa as informações previamente antes de efetivar a compra física. Por exemplo, a compra de um carro, que é considerado um produto que exige alto envolvimento do usuário e uma jornada de compra complexa. Como o blog por exemplo, que ajuda o cliente a caminhar nesse processo, com as informações e conteúdos certos.

O marketing digital pode ajudar a marca a reforçar a ideia de compra para esse usuário através , destacar as vantagens, condições de pagamento, entre outras informações. Dessa forma, o cliente consegue verificar as informações de maneira prática e fácil, e quando optar pela compra, basta se dirigir ao local, já em busca do que deseja. 

Participação em feiras e eventos

Caso a marca realize um evento ou participe de stands em feiras, sua divulgação pode ser feita por meio de marketing digital. A criação de páginas específicas sobre o evento, que possam capturar possíveis Leads. E posteriormente a realização de fluxos de automação para esses leads com e-mails atrativos são boas opções para criar e manter um bom relacionamento com os usuários. 

Além disso, neste caso o caminho também pode ser o contrário, onde a empresa pode capturar o lead no evento, e trabalhar ele posteriormente através do marketing digital. Sendo assim, essa estratégia serve para a divulgação de informações sobre o evento em si, e também para nutrir uma boa relação com os participantes ou interessados.

Lojas físicas e pontos de venda

Muitas empresas usam os canais digitais para levar clientes para suas lojas físicas, além de engajar e interagir com aqueles usuários que já consomem a loja, mas podem ser instigados por campanhas online. Neste caso, o marketing digital pode ajudar, utilizando canais online como redes sociais por exemplo, para oferecer descontos exclusivos para quem comprar de forma presencial, ou outras vantagens dentro do ponto de venda. Assim, a marca interage com seu público e o redireciona para a loja física. Ou então, a empresa pode enviar e-mails marketing com novidades nos produtos, preços, e condições imperdíveis que despertem a atenção desse consumidor, e possivelmente, o leve à loja.

Como unir o marketing digital com o offline?

Essa junção é a maneira mais eficiente de abranger um maior número de pessoas ou de reforçar uma comunicação. Para isso, o planejamento deve ser feito com informações de todos os canais pretendidos. Além de quais são os melhores formatos, horários e tudo mais que puder ajudar na execução da estratégia. Do mesmo modo que o marketing digital pode gerar resultados no offline conforme vimos acima, o ciclo também pode ser feito da forma inversa. Ou seja, comerciais de tv, ou mídia impressa podem apresentar um QR Code que direciona esse usuário para um site ou aplicativo. De qualquer jeito, para uma campanha obter resultados positivos, seja ela integrada ou não, ela precisa, ser planejada, e estudada, para que os canais se conversem com a mesmo conteúdo oferecido, e que possa vir a levar ao objetivo principal. 

Ainda dentro do planejamento das ações, é crucial estabelecer os canais que irão divulgar o conteúdo gerado pela empresa, analisando todas as etapas desse processo. Para isso, é importante contar sempre com as melhores ferramentas. Caso sua empresa esteja planejando fazer a junção de uma campanha ou criar uma estratégia de marketing digital que leve para o offline, ela pode contar com a TWW. São anos de experiência no mercado, sempre auxiliando as empresas na sua relação com os consumidores, e ajudando a atingir os objetivos. Seja para envios pontuais de SMS ou construção de chatbot e voicebot, temos a ferramenta e a consultoria ideal para o seu negócio. Entre em contato com nossos consultores para mais informações.

Estratégia de Marketing: Conheça os influenciadores digitais

Há alguns anos, surgiu uma onda na comunicação na internet que se tornou uma profissão: os influenciadores digitais. São pessoas comuns que possuem familiaridade com algum assunto, ou um especialista, que oferece conteúdo gratuito à seus seguidores.
Esse criador de conteúdo desenvolve uma relação de proximidade com o público que o assiste e acompanha, quase uma relação de amizade. Devido à isso, as pessoas que consomem esses conteúdo, criam confiança na pessoa que está do outro lado da tela e nas informações passadas. Já que esses influenciadores conquistam uma relação próxima ao seu público, esse tipo de comunicação tem se tornado uma estratégia de marketing bastante eficiente e tem sido escolhida por diversas empresas em todo o mundo.

Confira nesse conteúdo de que maneira os influenciadores digitais podem ajudar na sua estratégia de marketing e na maneira como sua marca é vista pelo público.

O que são influenciadores digitais?

São criadores de conteúdo que utilizam canais online para gerar influência nos comportamentos, opiniões e hábitos das pessoas que os consomem. Pesquisas revelam que 82% das pessoas conhecem o termo influenciador digital, um número maior do que nos anos anteriores, o que reforça a ideia de que o termo, e consequentemente a profissão, estão se tornando mais conhecidos pelo público.

Por que usar utilizá-los em sua estratégia de marketing?

Já que esses criadores de conteúdo possuem uma relação com seu público, podem influenciar a maneira como uma marca é vista por seus consumidores. Sua audiência é ativa, engajada, interativa e disposta a disseminar a informação em suas próprias redes. Ou seja, é como se o influenciador aconselhasse o usuário, e não estivesse fazendo a propaganda de um produto ou serviço.

Como realizar uma campanha efetiva?

Antes de qualquer coisa, é importante entender quais influenciadores fazem parte do mesmo segmento que sua empresa, ou seja, que ofereça conteúdo semelhante ao produto ou serviço oferecido pela sua marca. Outro ítem importante é o planejamento. Entender como esse público se comporta nas redes sociais, quais os melhores dias e horários para postagem, e de que maneira essa parceria deve ser feita, de forma que não desagrade os seguidores do influencer e sim, os cative.

Defina o objetivo antes de elaborar sua estratégia de marketing 

É importante escolher o influencer certo, mas principalmente, é indispensável definir qual o objetivo da campanha. Se é gerar mais vendas, engajamento, leads ou outros objetivos. Entender qual é o foco, ajuda a desenvolver a estratégia e escolher o criador de conteúdo mais adequado para aquela ação em específico.

Como os influenciadores ajudam nos momentos de crise

No momento atual onde o isolamento social é necessário, as pessoas consomem mais conteúdo na internet. Para suprir essa necessidade, os criadores de conteúdo elaboraram novas maneiras de oferecer entretenimento para os usuários, com lives ou outros formatos de vídeo, ou até mesmo o aumento na quantidade de conteúdo. Já é possível notar um aumento no engajamento por parte do público nos perfis desses influencers e também nas páginas das marcas. 

É necessário desenvolver um projeto onde se considere todas as opções, e entenda os processos e etapas que uma estratégia de marketing exige, dessa forma as chances de sucesso tendem a aumentar consideravelmente. Quer mais dicas e informações sobre campanhas? Entre em contato conosco pelos nossos canais: (11) 3444-5010, e-mail comercial@tww.com.br ou acesse nosso site.

O que são leads e como nutri-los com SMS Marketing

Lead é um termo muito falado no marketing, mas você sabe o que são, como conquistá-los e o que fazer para nutrí-los? Essa estratégia apresenta bons resultados, uma vez que contribui com a decisão de compra por parte do cliente, e pode ser fundamental para sua empresa obter sucesso.  

O mercado e a tecnologia estão sempre em constante transformação, devido à isso, a jornada do consumidor se tornou mais complexa. O cliente passa por algumas etapas antes de finalizar uma compra, e as empresas precisam se atentar a esses estágios, para que o cliente em potencial seja conquistado

Neste conteúdo, você vai conferir mais informações sobre o que são leads e como nutri-los. Além disso, vai conhecer um canal de comunicação que ajuda a manter o contato com o potencial cliente, aumentando suas vendas. 

O que são Leads?

Dentro do marketing, lead é um potencial consumidor que demonstrou interesse em seu produto ou serviço em algum momento, o que pode significar que ele deseja mais informações. Esse usuário acessou seu site ou preencheu formulários online informando dados de contato para que sejam utilizados no futuro.
Quando o usuário já identificou um problema ou necessidade e está em busca de soluções, sua consideração de compra sobe e ele se torna um lead qualificado. É importante saber quais informações são necessárias na hora de identificar e qualificar um contato, para que a equipe de marketing elabore campanhas efetivas e possa direcioná-los de forma assertiva durante a jornada do cliente. 

Entenda a jornada do cliente

Entender a jornada do cliente (processos pelo qual a pessoa passa até efetuar um compra), ajuda a construir a estratégia conhecida como funil de vendas, que é dividida em 3 etapas (topo, meio e fundo de funil). É muito importante compreender cada um desses estágios, para saber quais mensagens utilizar para atingir esse cliente de forma efetiva, fazendo com que ele siga para o próxima etapa de compra e crie uma relação com a marca.

Topo de funil

Também conhecida como etapa de aprendizado, é a parte mais ampla do funil e onde o conteúdo deve ser mais abrangente, já que o usuário ainda não sabe muito sobre a sua empresa. É importante criar conteúdos que ajudem a sanar dúvidas e entender melhor sobre um assunto relacionado à sua área de atuação. Nessa etapa, é possível trabalhar com conteúdos para blog e vídeos curtos, além de mensagens úteis.

Meio de funil

Essa segunda etapa é de reconhecimento e consideração. Nessa fase, o cliente possui um problema e busca uma possível solução. A empresa deve oferecer uma abordagem mais específica para esse usuário, com materiais ricos e que ajudem a entender profundamente sobre o problema e as soluções. Podcasts e e-books são ótimos exemplos de conteúdo para essa etapa.  Vale associá-los a formulários para obter mais informações de contato ou consumo.

Fundo de funil

Essa última etapa é a de decisão. O momento onde a empresa deve oferecer um conteúdo específico sobre o produto ou serviço ideal para a solução do problema do cliente. Usuários nessa fase estão muito próximos da conversão, por isso, ele está mais interessado na sua marca e no que ela oferece. Nessa etapa, o foco é a venda, então utilize cases de cliente que obtiveram sucesso com seu produto ou serviço, reviews de produtos, guias e tutoriais de utilização para gerar mais interesse por parte do consumidor. Aqui nessa etapa, uma ótima ferramenta de entrega é o SMS, que permite enviar mensagens objetivas, apresentar um material de venda e até fazer ofertas, gerando mais conversões. 

SMS: um canal efetivo para nutrição de leads

Além de ser um ferramenta efetiva na etapa de solução, o SMS pode contribuir com a construção de relacionamento com o cliente, sendo o canal para envio de pesquisas de opinião, contato para solução de  dúvidas ou até atualização sobre novidades da marca. Esse canal também pode contribuir com o pós-vendas e fidelização de clientes. Algumas das principais vantagens do SMS são que ele não exige o uso de internet e apresenta alta de abertura (98%). 

Agora que você já sabe a importância de realizar a nutrição de contatos e já sabe como o SMS pode ser vantajoso, que tal conferir mais possibilidades dessa plataforma? Confira abaixo algumas formas de uso para esse canal. 

Envio de mensagens personalizadas 

Crie uma campanha de marketing personalizada para que fique de acordo com o seu público-alvo. Utilizando como base o histórico de compra e contatos do consumidor, é possível criar uma melhor segmentação, dessa forma oferecer produtos que tenham a ver com as características de compra do cliente. Dessa forma, aumentando as chances de sucesso na conversão já que a mensagem pode influenciar o usuário de forma mais assertiva.

Conquista da atenção do cliente

Grande para dos usuários leem as mensagens em até 3 minutos depois de recebê-las. Assim, a taxa de abertura e visualização é alta. Para se destacar, é importante formular mensagens claras, objetivas e, ao mesmo tempo, criativas, visando despertar a curiosidade do destinatário. Vale a pena, ainda, aproveitar esse conteúdo para divulgar links que direcionam direto para a compra. 

Fidelização

Já sabemos que conquistar um cliente novo é muito mais caro do que manter um que já se tem. Então, é importante gerar interesse e engajamento de usuários que já consomem sua marca mesmo após a venda. Dessa forma, as chances de fidelização aumentam. Vale destacar, ainda, que um cliente satisfeito pode gerar marketing orgânico ao divulgar a sua empresa. Crie uma campanha de marketing com foco em fidelização e use o SMS para oferecer ofertas, descontos, frete grátis e outras facilidades.

Utilize a ferramenta certa na distribuição da sua campanha de marketing

Quer nutrir seus leads por meio do SMS, ajudando-os a avançar na jornada e realizar a compra? Para isso, é essencial escolher uma ferramenta de envio segura, fácil de ser manuseada, que ofereça todos os dados necessários para otimizações e que tenha uma equipe experiente por trás. Esse o caso da plataforma da TWW. 

Há mais de 20 anos no mercado, a TWW segue aprimorando as ferramentas de comunicação para oferecer um atendimento ágil e com baixo investimento. Com uma  ferramenta completa e oferecendo consultoria de profissionais qualificados, ela ajuda a construir a comunicação ideal para sua empresa. Fale com um de nossos consultores e realize campanhas de SMS para nutrir seus leads.

Tendências de Marketing para 2020

Você já começou o planejamento desse ano para sua empresa? Sem dúvidas, a etapa da construção do plano de ação para o novo período é essencial para observar pontos a serem reforçados, o que deve ser descontinuado e inserir estratégias que estejam apresentando resultados positivos no mercado. Para ajudar você com essa tarefa, separamos uma lista de tendências de marketing para 2020. Confira abaixo!

Tendências de marketing para 2020

1. Ampliação dos chatbots 

Uma das tendências de marketing é o uso de chatbot. Estima-se que até 2020, cerca de 85% das interações dos consumidores serão conduzidas por chatbots e que 30% de todas as empresas B2B irão utilizar ferramentas de chatbots em pelo menos uma das etapas do processo de vendas. Assim, é esperado que, cada vez mais, empresas façam uso desse recurso para criar relacionamento e aumentar as vendas do seu negócio.

2. Pesquisa por voz

De acordo com o Google, a pesquisa por voz já corresponde de 5% a 10% de todas as consultas realizadas no mundo. A tendência é que essa forma de busca se torne ainda mais relevante, conforme o mercado se desenvolve e oferece soluções que compreendem bem a fala e conseguem responder de forma clara e amigável. 

Assim, é essencial criar estratégias que atendam a demanda de pesquisa por voz e que permitam assistentes virtuais encontrarem e indicarem aos usuários próximos. 

3. Experiências personalizadas

De acordo com uma pesquisa realizada pela Accenture Interactive, 91% dos consumidores são mais propícios a comprar com marcas que apresentam conteúdos relevantes aos seus interesses. Além disso, cada vez mais as redes sociais estão sendo segmentadas a partir das interações do usuário, oferecendo materiais semelhantes. 

A partir disso, a tendência é que conteúdos que atendem às expectativas, aos interesses e ao momento de compra dos consumidores tenham mais visibilidade e interação. 

Um ótimo aliado nesse ponto é o uso do chatbot para entender o tipo de personalização que o cliente deseja de forma automatizada, e a partir dessa descoberta as empresas podem fazer campanhas customizadas com o interesse apresentado, e com um lead extremamente qualificado.

4. Uso de SMS Marketing

Em 2018 o Brasil já havia batido a marca de mais de um Smartphone por pessoa, o que faz do SMS uma estratégia de grande alcance. Para se ter uma ideia, a pesquisa realizada pela Mobile Time em parceria com a Opinion Box, mostrou que  51% dos entrevistados afirmaram receber mensagens todos os dias ou quase todos os dias. 

O SMS marketing apresenta muitas vantagens como a alta taxa de visualização (98%) e a leitura rápida, uma vez que a grande maioria dos usuários verifica as mensagens do celular em até 3 minutos, sem contar que sua penetração é muito maior que outras mídias por não precisar de internet para funcionar. 

5. Produção de conteúdos em áudio

Além da pesquisa por voz, outra das tendências de marketing para 2020 é a produção de conteúdos em áudio, no formato podcast. De acordo com pesquisa realizada pelo Ibope 40% dos internautas brasileiros já ouviram esse tipo de material. E, a cada dia, ele tem atraído mais consumidores, uma vez que não exige atenção exclusiva e pode ser consumido de forma simultânea a outras atividades.

A partir disso, cabe aos times de marketing encontrarem uma forma de atender a demanda do mercado e otimizar a experiência da persona, produzindo conteúdo relevante sobre o segmento da empresa nesse formato. 

Tendências de marketing: Comunicação da sua empresa

Quer otimizar a comunicação da sua empresa com os clientes, adotando tendências de marketing para 2020? A TWW oferece uma consultoria especializada que ajuda a compreender a necessidade da sua empresa e colocar em prática estratégias de SMS Marketing, chatbots e voicebots. Fale com nossos consultores! 

Campanha de Vendas: 5 ferramentas de marketing ter sucesso

Não existe uma fórmula exata e rápida para ter sucesso em uma campanha de vendas. No entanto, com esforço, planejamento e utilizando as ferramentas de marketing certas, sem dúvidas o resultado positivo começa a surgir. 

Mas o que seriam essas ferramentas de marketing? Simples: plataformas e programas que podem ajudar no planejamento dos materiais necessários para a venda, na divulgação dos produtos ou das ofertas, na mensuração de resultados e na análise de melhorias que podem ser aplicadas. 

E para ajudar sua empresa a obter o resultado esperado em uma campanha de vendas, separamos 5 ferramentas de marketing que, quando utilizadas em uma estratégia inteligente, podem contribuir com o aumento da receita.

Ferramentas de marketing

1. RD Station

RD Station é uma ferramenta de marketing criada pela Resultados Digitais e uma grande parceira na hora de realizar vendas. Isso porque permite criar automações e gerenciar ações de Inbound Marketing, acelerando as conversões. 

Entre as funcionalidades da plataforma estão: controle de base de leads e materiais baixados; criação de landing page, formulários de cadastros, pop-ups, campanhas de e-mail e fluxos de automação; qualificação de leads; acompanhamento de páginas mais visitadas; e análise de resultados de todas as atividades.

Assim, a plataforma ajuda não só a divulgar produtos e serviços, mas também a acompanhar quais leads têm real interesse em efetuar a compra ou fechar o contrato. Essa informação garante que o time comercial tenha contatos efetivos. 

2. SEMRush

Uma das ferramentas mais utilizadas para criação de estratégias de conteúdo e análise de busca dos usuários do Google é o SEMRush. Ele viabiliza o acompanhamento quantitativo das pesquisas de uma palavra-chave específica, contribuindo com a listagem dos temas de maior relevância dentro do segmento de atuação da empresa. 

Com os dados oferecidos pela plataforma, é possível criar conteúdos com os termos mais procurados e, consequentemente, aumentar o tráfego do seu site. Além disso, os resultados ajudam a estruturar campanhas de anúncios com as palavras de melhor resultado e acompanhar as ações dos concorrentes.

3. Yoast SEO

Parte do sucesso de uma campanha de vendas está atrelado à maior visibilidade da empresa, do produto e do serviço oferecido. O blog pode ser um ótimo aliado nessa estratégia, uma vez que usa materiais com conteúdos relevantes para atrair novos clientes, reter os atuais e fazer com que os leads percorram o fluxo de compra.

E para garantir que o blog estimule resultados positivos, é preciso não só alimentá-lo frequentemente, mas também seguir boas práticas de SEO (Search Engine Optimization, que significa Otimização para Mecanismos de Buscas). O Yoast é uma ótima ferramenta de marketing para analisar tanto o conteúdo do blog, quanto a página em relação a esses mecanismos.

A plataforma possibilita a identificação de pontos que aumentam a relevância das páginas na pesquisa do Google. Entre eles estão: palavras-chave, meta-descrição, slug (parte da URL) e textos alternativos para imagens.

4. TWW – SMS marketing

A TWW é uma plataforma de envios de SMS marketing e mensagens fonadas, homologada pelas companhia telefônicas. Com o crescimento do uso de smartphones e a garantia de resultados satisfatórios,  o envio de mensagens tem crescido consideravelmente, o que faz da estratégia de envio de SMS essencial para aumentar as vendas.

Essa ferramenta de marketing é simples e intuitiva, permitindo enviar mensagens de 160 caracteres e acompanhar dados como status de entrega, cliques e respostas. Por ser homologada, ela envia mensagens através de Short Codes, números com 5 ou 6 dígitos, únicos em todas as operadoras (Large account). Vale ainda destacar que o SMS tem taxa de leitura de 90% e que a maioria das pessoas leem a mensagem nos primeiros 3 minutos após o recebimento. 

Ainda é possível contar com uma consultoria completa, que analisa a empresa contratante e indica as melhores estratégias, ajudando a colocar todo o projeto no ar.

5. Google Analytics

O sucesso de uma campanha de vendas depende muito da mensuração de resultados. Só a partir deles é possível compreender o que está sendo positivo e o que exige melhorias. Assim, uma das ferramentas de marketing essenciais para o seu negócio é o Google Analytics. 

Oferecida gratuitamente pelo Google, essa plataforma possibilita o acompanhamento das principais métricas do site, como fontes de tráfego, público, conversões e comportamento dos usuários. A partir dos dados fornecidos, é possível otimizar campanhas e analisar o retorno sobre o investimento.

Agora que você já conhece algumas das principais ferramentas de marketing, é hora de construir sua campanha de vendas e colocá-la em prática. Quer garantir uma mensuração efetiva dos resultados dessa estratégia? Confira com os KPIs a serem acompanhados.

Como estratégias de SMS Marketing podem aumentar suas vendas

Como aumentar as vendas? Esse é um questionamento comum entre os líderes e responsáveis administrativos de empresas dos mais diversos segmentos. A partir dele, surge a necessidade de repensar estratégias de marketing e encontrar canais de comunicação que possam auxiliar nessa missão, garantindo um contato efetivo com potenciais clientes. E um grupo que vem ganhando destaque são os aplicativos de mensageria por celular, a exemplo dos chatbots e SMS Marketing.

De acordo com a 30ª Pesquisa Anual de Administração e Uso de Tecnologia da Informação nas Empresas, realizada pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP) e divulgada em abril, hoje existem 230 milhões de celulares ativos no Brasil. Na edição de 2018, o levantamento já mostrava que o país tinha superado a marca de um smarthphone por pessoa

O avanço dos aplicativos de mensageria

Com o grande número de smartphones, os aplicativos de mensageria também passaram por uma evolução, aumentando a presença no cotidiano dos usuários. De acordo com uma pesquisa realizada pela Mobile Time em parceria com a Opinion Box, em fevereiro, o Facebook Messenger estava instalado em 69% dos aparelhos móveis pesquisados. Hoje, ele atinge 79% e tem 66% de representatividade no uso diário. 

Enquanto isso, a presença do Instagram subiu de 65% para 72% em 6 meses e o WhatsApp permaneceu líder, funcionando em 98% dos celulares. Já relacionado ao SMS Marketing, 51% dos entrevistados afirmaram receber mensagens todos os dias ou quase todos os dias.

Comunicação facilitada e de grande alcance

Enquanto os aplicativos precisam ser instalados, o SMS Marketing não exige esse processo, sendo compatível com todos os modelos de aparelho e garantindo, assim, uma comunicação direta e acessível. Além disso, as mensagens não demandam o uso de internet, aumentando o alcance potencial e fazendo com que o cliente seja impactado a qualquer hora com conteúdos diretos e de fácil assimilação. 

Outra vantagem do SMS é a alta taxa de abertura. Segundo o levantamento da Frost & Sullivan, a visualização fica em 98%, enquanto os e-mails apresentam apenas 22%. Já as respostas do SMS ficam em 26% enquanto os e-mails correspondem a apenas 5%. 

SMS Marketing: contato em tempo real 

O SMS Marketing ainda apresenta uma visualização quase que imediata. Para se ter ideia, uma pesquisa americana mostrou que 90% dos usuários checam todas as mensagens recebidas em, no máximo, 3 minutos após o envio. 

Quer iniciar uma estratégia efetiva de SMS marketing ou chatbot por SMS? Entre em contato com nossos especialistas!  Nós estamos preparados para entender as características do seu negócio, ajudando a definir as melhores estratégias de comunicação e implementar soluções eficientes para o seu objetivo.