fbpx
Categoria

Pós-vendas

Categoria

6 erros que prejudicam o relacionamento com o cliente

Por mais importante que seja, apenas oferecer um serviço e produtos de boa qualidade não é o suficiente para atrair e manter uma clientela fiel. Para isso, é essencial cuidar do relacionamento com o cliente — estratégia que ajuda a conquistar e fidelizar os consumidores.  Mas, apesar de ser de extrema importância, ainda há empresários que a negligenciam.

Com as ações adequadas, o empreendimento pode garantir a satisfação do cliente em todos os processos da compra, fazendo com que ele se sinta estimulado a realizar novas compras no futuro e a indicar o serviço para outras pessoas. Isso quer dizer que um bom relacionamento é capaz de aumentar as suas vendas e assegurar uma fidelização contínua dos consumidores.

Quer melhorar o seu relacionamento com o cliente? Descubra, abaixo, quais erros não cometer nesse processo!

1. Não fazer um bom pós-venda

Uma das melhores formas de construir um relacionamento duradouro com o cliente é a partir de um pós-venda bem planejado e executado. Se, após a efetuação do pagamento do produto ou serviço, a empresa não entrar em contato com o consumidor, a sua marca pode ser esquecida por ele e deixar de ser uma opção quando surgir uma nova necessidade de compra.

O pós-venda é indispensável para demonstrar ao cliente o quanto você se preocupa com ele, deixando claro que não é apenas mais um número, e que a empresa quer garantir a satisfação do mesmo.

Para tanto, pode-se ligar, enviar mensagens de texto e utilizar e-mail marketing segmentado, com conteúdos relevantes e ofertas personalizadas, além de aplicar pesquisas para descobrir o que pode ser melhorado no atendimento ao consumidor.  

2. Não investir na capacitação dos colaboradores

Com um mercado cada vez mais competitivo, os clientes também estão mais exigentes. Afinal, se eles não encontram o atendimento que desejam em um determinado lugar, podem rapidamente passar a consumir em outra empresa. Diante desse cenário, é imprescindível evitar atitudes que possam afugentar o seu público-alvo e causar uma má impressão da sua empresa.

Tenha em mente que cada contato com o consumidor é uma oportunidade de fidelizá-lo e vender mais. Assim, erros como respostas rudes ou o não esclarecimento de dúvidas durante o atendimento, podem fazer com que o cliente em potencial desista da compra e ainda fale mal da empresa para outros consumidores.

Sendo assim, é necessário treinar e capacitar a sua equipe para que trabalhe de acordo com as diretrizes de atendimento do negócio. Oriente os seus colaboradores sobre qual linguagem usar, como reforçar a identidade da maca, bem como relacionar-se com o público de forma amigável, saber ouvir e entregar soluções ágeis e eficientes.

Dessa forma, o cliente se convencerá com maior facilidade de que o seu empreendimento realmente vai satisfazer as necessidades dele.

3. Não usar estratégias diferenciadas do mercado

Com o intuito de não ficar para trás, muitas empresas acabam oferecendo exatamente o que as outras já oferecem e, com isso, tornam-se mais do mesmo. Para não cometer o erro de ser somente mais uma opção no mercado, aposte em estratégias diferenciadas que chamem a atenção do público e o impactem positivamente.

Portanto, adote métodos e ferramentas diversificadas para relacionar-se com o consumidor. Um exemplo disso é o uso de SMS para oferecer facilidades, como enviar boleto, divulgar lançamento de produtos e relembrar datas de pagamento. Essa estratégia reforça o vínculo entre a empresa e o cliente, estabelecendo maior proximidade e confiança.

4. Não realizar promoções sazonais

A cada data comemorativa que se aproxima, a maioria das empresas procura fazer promoções sazonais para estimular o público-alvo a comprar. No entanto, há empreendedores que se recusam a fazer promoções por acreditarem que vão perder dinheiro ao abaixar o preço dos produtos. Mas isso não é uma verdade, pois com um valor em conta, você pode vender mais e suprir o desconto concedido.

Não hesite em realizar promoções sazonais. Fique de olho nas datas comemorativas e períodos que movimentam o comércio, como Natal, Dia das Mães e voltas às aulas, e crie ofertas relevantes e que, de fato, sejam vantajosas para o consumidor. Isso incentiva o consumo de quem já conhece a sua empresa e atrai novos clientes que, se gostarem do atendimento, podem se tornar fieis ao empreendimento.

5. Não implantar diferentes canais de comunicação

Entre as principais causas de insatisfação do cliente está a dificuldade de comunicar-se com a empresa, principalmente quando o assunto é a resolução de um problema. Situações como essa causam irritabilidade e fazem com que a pessoa nunca mais queira comprar na sua empresa.

Em uma época marcada pela grande disponibilidade e uso da tecnologia mobile, motivo pelo qual nos tornamos imediatistas, é preciso implantar diferentes canais de comunicação, como SMS, telefone, chat e e-mail. Assim, o cliente vai ser atendido instantaneamente e não ficará com aquela sensação de que o seu problema nunca será resolvido.

Além disso, também é recomendável ter perfis e fanpage nas redes sociais para escutar o que o público tem a dizer sobre a empresa. Porém, tenha cuidado com as informações e imagens que são postadas nesses espaços, pois elas devem ser relevantes, atrativas, de fácil compreensão, mas sem serem invasivas e inconvenientes.

6. Não ter um plano de gestão de crises

Na internet, tudo acontece em alta velocidade e, ao se deparar com uma crise, você deve agir rápido. Se o negócio não estiver preparado para os momentos de dificuldade, a tendência é que demore para identificar os problemas e não saiba o que fazer para contê-los.

Imagine um cliente insatisfeito que decide reclamar em uma rede social. Caso a empresa não contorne a situação a tempo, corre o risco de ficar com uma imagem negativa diante dos atuais consumidores e espantar os clientes em potencial.

Para que a sua equipe esteja preparada para solucionar uma crise da melhor forma possível, crie um plano de ação que preveja possíveis falhas e as melhores soluções para resolvê-las rapidamente.

Tanto o gestor quanto os colaboradores devem se antecipar e imaginar as mais diversas situações. Caso elas ocorram, poderão neutralizá-las sem maiores consequências negativas. Também é indicado incluir ações estratégicas para reconquistar o cliente após solucionar uma crise.

Sem investir em um bom relacionamento com o cliente é impossível atingir resultados efetivos. Ao estabelecer uma proximidade saudável com o público-alvo, você garante a satisfação dos consumidores e prolonga a permanência deles na sua empresa, aumentando a sua lucratividade.  

Gostou deste post? Assine a nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos no seu e-mail!

Fique por dentro de alguns erros que devem ser evitados no pós-venda!

O atendimento ao cliente não termina depois que o serviço ou produto é entregue: ele se estende ao pós-venda. No entanto, o descuido com esse processo faz com que muitas empresas percam a oportunidade de fidelizar os seus consumidores  o que poderia sair muito mais barato do que prospectar novos clientes.

O pós-venda é um conjunto de atividades de marketing que são feitas após a venda de um produto ou da prestação de um serviço, e que compreende na realização de pesquisas de satisfação, promoções especiais e disponibilização de suporte e manutenção. O objetivo dessa ferramenta é estimular o cliente a continuar a fazer negócio com a empresa.

Quer garantir a satisfação dos clientes e aumentar as suas vendas? Então confira abaixo quais erros evitar no pós-venda!

Não manter a comunicação com o cliente após a venda

Você sabe como foi a experiência do cliente com o seu produto e se ele voltaria a comprar na sua empresa? Para ter essas respostas é fundamental manter a comunicação com o consumidor após a realização da venda. Para tanto, é importante entrar em contato por meio de telefone, SMS, ou e-mail.

Portanto, demonstre preocupação com a opinião do cliente após a venda. Pouco tempo depois de fechar negócio, contate-o e peça um feedback: questione como foi a experiência com o atendimento, compra e o produto em si.

Com essas informações em mãos, é possível compreender quais são os pontos fortes e fracos do seu processo de vendas para efetuar as mudanças apropriadas. Sem falar que o consumidor tende a se sentir mais valorizado, quando percebe que sua opinião é relevante para a empresa.

Além disso, lembre-se que da mesma forma que a empresa solicita o contato do consumidor, também é necessário fornecer os canais de atendimento da companhia, de maneira clara, para que o cliente consiga acionar a equipe quando quiser tirar alguma dúvida ou precisar de ajuda.

Não responder às reclamações em tempo hábil

Certamente, você já passou pela situação de precisar do auxílio de uma empresa para solucionar um problema relacionado a um serviço ou produto adquirido, e ficou irritado com a demora para que as suas reclamações fossem atendidas. Esse é um dos principais erros cometidos no pós-venda, que pode manchar a imagem do seu empreendimento e acarretar diversos prejuízos.

Quando o seu cliente tem que esperar muito tempo para ser atendido, são despertados nele sentimentos de ansiedade e nervosismo e, posteriormente, uma rejeição à sua marca. Para que isso não aconteça, disponibilize ferramentas e colaboradores em um contingente adequado para que os consumidores possam ser atendidos em tempo hábil.

Não treinar a sua equipe corretamente

Muitas vezes o cliente tem uma dúvida, liga para a empresa em que adquiriu o produto, mas percebe que o atendente não tem conhecimento sobre a mercadoria. Geralmente quando isso acontece, a reação do consumidor é falar mal da empresa em todos os canais e sites de reclamações.

Para um pós-venda de sucesso, é essencial investir na capacitação da sua equipe responsável por atender o cliente. Além disso, o ideal é evitar o atendimento automatizado, no qual o colaborador dá respostas padronizadas, sem nem mesmo entender qual é o problema que o consumidor está reportando.

Com relação ao atendimento na internet, é preciso apostar no treinamento especializado, de modo que a equipe possa dar aos clientes respostas que estejam de acordo com cada solicitação. Já para os casos complexos, é importante determinar prazos para o encaminhamento das respostas.

Não utilizar a mensuração de resultados para fazer novas vendas

O processo de pós-venda não deve ser feito de forma aleatória, é preciso que seja bem organizado e conte com métricas para mensurar o comportamento dos clientes depois de cada venda. Os dados colhidos, como os índices de satisfação e reclamações, devem ser estudados e utilizados para promover melhorias.

Apesar de parecer básico, muitas empresas ainda não acompanham com efetividade a experiência do cliente. Contudo, utilizar métricas faz com que os processos de atendimento ao cliente sejam otimizados de maneira inteligente e constantemente aperfeiçoados e personalizados, conforme as necessidades específicas dos seus consumidores.

Não usar as ferramentas próprias para manter um contato mais próximo

Embora haja muitas ferramentas que a sua empresa pode utilizar para se comunicar com o cliente, nem todas são eficientes no que tange à proximidade com o público-alvo. Por exemplo, os conteúdos enviados por e-mail podem ser facilmente ignorados devido à grande quantidade de conteúdos que as pessoas costumam receber por dia, ou até mesmo caírem na caixa de spam e nem sequer serem abertos.

Nesse contexto, é fundamental usar as ferramentas próprias para estabelecer um contato mais próximo e assertivo com o seu cliente. Entre elas está o SMS Marketing, em que você pode enviar mensagens de texto para dar prosseguimento ao atendimento após a realização de uma venda.

Nessa estratégia, é possível pedir um feedback, dar dicas de uso do produto ou até mesmo oferecer serviços que complementem o que o cliente adquiriu anteriormente.

Para que um SMS Marketing traga bons resultados, a empresa deve ter atenção à ortografia para evitar erros de interpretação, ser objetivo, mandar mensagens apenas em horários comerciais para não irritar o cliente, além de aproveitar os momentos oportunos para incentivá-lo a interagir com a sua marca.

Não valorizar os clientes antigos

Algumas empresas se acomodam e acabam negligenciando a atenção que deveriam dar aos clientes antigos porque acreditam que o trabalho já está feito. Porém, esse erro pode ser fatal, uma vez que basta um concorrente apresentar o mesmo produto, com uma quantidade maior de vantagens, para que esses consumidores deem preferência para o seu adversário no mercado.

Sendo assim, crie mecanismos de relacionamento com a sua base, pois é ali que estão concentrados os seus clientes estratégicos e que ajudam de forma constante na obtenção dos seus resultados. Além disso, os consumidores antigos, futuramente, também podem indicar os seus produtos para outras pessoas, ajudando a gerar um círculo virtuoso e lucrativo.

O pós-venda é uma poderosa ferramenta e parte substancial do processo de vendas, pois mostra que a empresa se importa com o cliente, permite que os laços sejam estreitados e que a marca se mantenha presente e bem-vista pelo público. Ao investir nessa estratégia, você não só fideliza os clientes atuais como também abre portas para conquistar novos.

Gostou deste post? Tem alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo para que possamos lhe ajudar!

As 6 técnicas de pós-venda que sua empresa precisa conhecer

É comum dentro de uma empresa que os colaboradores se preocupem exclusivamente com o momento da abordagem e, consequentemente, da venda do produto ou serviço oferecido. No entanto, esse hábito está constantemente fadado ao fracasso, já que não há o investimento em técnicas de pós venda.

Pouco falado entre os vendedores de qualquer espécie, o pós-venda tem sido fundamental no processo de melhora da imagem e da credibilidade do negócio. Ele é considerado pelos empreendedores como uma das mais poderosas ferramentas de fidelização do cliente, pois mantém uma conexão próxima com o consumidor mesmo após o fechamento o pedido.

Dessa forma, uma organização que se propõe a dedicar tempo e zelo à pessoa tem muito mais chance de ter um retorno positivo quanto ao atendimento prestado e uma boa qualificação da mercadoria ou serviço adquirido. Esse cuidado marcará na mente do consumidor o nome da empresa, que será considerada para compras futuras. Assim, essa singela demonstração de carinho é o que vai gerar o ciclo saudável de vendas no estabelecimento.

Devido à importância do tema, mostraremos dicas simples e fáceis que o ajudarão a colocar em prática a etapa do pós-venda em sua companhia. Acompanhe conosco!

1. Fazer descontos e oferecer amostras dos produtos

Sempre haverá aquele produto que tem pouco giro na empresa, ou seja, que é consumido com baixa constância pela clientela. Portanto, para alimentar o interesse e a vontade das pessoas, ofereça esse item como degustação no espaço de tempo entre uma compra e outra, fazendo com que elas conheçam a gama de exemplares que a empresa tem.

Ele pode ser ofertado ao cliente para ser testado de maneira gratuita. Você pode, por exemplo, estabelecer um período para que determinado serviço seja utilizado. O importante é dar ao consumidor um prazo razoável para que ele possa avaliar com propriedade o item e oferecer opções para que o cliente se encante com a marca.

Isso terá influência direta e natural na fidelidade do prospecto ao seu negócio. Como outro exemplo, podemos citar uma loja de smartphones, que vende uma mercadoria considerada de alta qualidade e, nos meses que se seguirem à venda, liga para o cliente oferecendo uma proteção extra ao celular, um desconto em acessórios ou até mesmo envia algum brinde que seja útil a ele.

2. Criar um pós-venda exclusivo

A fim de criar um modo de encantar os clientes e expandir os negócios consideravelmente, o melhor a se fazer é personalizar o serviço e as estratégias no setor de vendas.

Para obter sucesso nessa empreitada, a primeira coisa que deve ser feita é uma análise completa dos perfis e das características de cada comprador (proximidade com os pontos de venda, horários de disponibilidade etc.), criando uma planilha padronizada de acordo com os comportamentos e, a partir disso, estabelecendo formas de tratamento para cada uma das personas.

Assim, desses modelos podem surgir diversas e distintas técnicas para agradar e conquistar o cliente no pós-venda, o que permite que ele vá à sua empresa por decisão consentida, e não por convencimento inconsciente.

Também podem existir variações, como deslocar um consultor para uma visita pessoal ou mesmo promover uma videoconferência entre consumidores como forma deles trocarem experiências positivas e criarem uma forte ligação com o estabelecimento. Tudo isso permitirá a captação de dados e a obtenção de informações estratégicas para futuras oportunidades.

3. Investir em redes sociais

Outro aspecto crucial para ser trabalhado dentro desse departamento são as redes sociais mais acessadas na internet. Sim, elas também são muito importantes, já que fazem parte do cotidiano de todos nós. Além disso, é por meio delas que os clientes têm o hábito de desabafar.

Por essa razão, é muito comum que os consumidores publiquem opiniões e críticas, tanto construtivas quanto destrutivas, sobre o produto ou o serviço oferecido em vez de se reportarem ao SAC ou às centrais de atendimento de sua empresa. Isso não quer dizer que esses canais são ruins, na verdade, essa prática acontece pela comodidade, facilidade e impacto que uma postagem pode causar.

De qualquer forma, as redes sociais são ferramentas que possibilitam a rápida resolução de problemas, sendo totalmente eficazes e precisas quanto à reclamação do usuário. Ademais, sempre é bom agradecer e presentear os clientes que fazem elogios e promovem uma ampla divulgação do produto nessas redes, já que isso incentiva as boas ações.

Para esse tipo de tarefa, é bom que existam colaboradores voltados especialmente para o monitoramento desses locais públicos globais, criando um sistema que permita ao profissional identificar rapidamente as pessoas que necessitam de atenção e atendê-las.

4. Desenvolver a avaliação de desempenho

Tão imprescindível quanto os temas anteriores, verificar se a equipe está atingindo o relacionamento ideal com o público-alvo é uma prática muito utilizada pelas empresas, Aqui, as pessoas devem ser consultadas sobre sua opinião, assim, elas sentem que sua voz está sendo ouvida.

Essa dinâmica transmite uma sensação de importância ao cliente, pois mostra preocupação com a satisfação dele. Uma das melhores maneiras de fazer essa avaliação é no momento da venda. Também podem ser utilizados SMS, e-mail ou ligação em horário comercial, para não tornar a pesquisa um incômodo. Nesse momento, ofereça várias opções de respostas curtas e objetivas.

5. Resolver o problema na primeira oportunidade

Uma das maiores reclamações no pós-venda é que o empecilho não foi solucionado logo na primeira chance que os colaboradores tiveram, pois é muito desgastante tentar resolver a mesma questão diversas vezes.

Nesse momento é essencial lembrar que o tempo do cliente é mais importante que o nosso. Além disso, provavelmente ele está ligando para resolver um problema que nem deveria ter acontecido. Por isso, é crucial o treinamento e a boa interatividade entre os profissionais, para que eles identifiquem o empecilho e o resolvam o mais rápido possível.

6. Cumprir com o acordado

Mesmo depois de todo esse esforço para agradar ao cliente, se a organização não fizer tudo o que foi estabelecido e combinado, de nada adiantará o trabalho e a dedicação. O segredo de uma técnica de pós-venda bem-sucedida é a efetiva execução do acordado entre as partes, isto é, empresa e consumidor.

Até aquela promessa no calor da emoção para concluir uma boa venda torna o vendedor responsável e vinculado à proposta. Portanto, é interessante que a equipe de vendas tenha uma sintonia perfeita com o setor de assistência técnica ou similar, para que qualquer problema possa ser solucionado durante um tempo de garantia estendida, por exemplo.

Diante de todas essas dicas e sugestões ao longo do texto, ficará muito mais fácil colocar em prática as técnicas de pós-venda. Então, não perca tempo e comece a implantá-las na sua empresa.

Agora que você sabe tudo sobre esse tema, continue com a gente e veja como melhorar o pós-venda e prosperar ainda mais!

5 dicas incríveis para melhorar o seu pós-venda

Se a empresa que você trabalha ainda acredita que a venda de um produto termina com a sua entrega, já passou da hora de os gestores reverem seus conceitos. Isso porque melhorar o pós-venda é essencial para o sucesso de um negócio.

Nos dias de hoje, entende-se que as estratégias eficientes são cíclicas. Você traça medidas para atrair clientes, realiza um bom atendimento para fechar a compra e, logo em seguida, busca meios para que esse cliente seja fidelizado.

Assim o pós-venda é uma etapa fundamental a ser trabalhada, já que contribui para a retenção de clientes, garante a satisfação do seu público e, além disso, cria um diferencial competitivo para a sua empresa.

Pensando nesses aspectos, elaboramos este post com 5 dicas incríveis para que você saiba como melhorar o pós-venda de um negócio. Preparado? Vamos lá!

1. Mantenha contato

Antes mesmo de pensar em estratégias de pós-venda, é necessário que o atendimento em sua empresa seja impecável. Depois, é preciso entender o que o cliente achou daquela compra, dos seus colaboradores e do produto. Para isso, manter contato é fundamental.

Não se espante e nem se desanime com prováveis críticas, afinal, elas são ótimas oportunidades para aprimorar processos e melhorar alguns pontos que, até então, estavam passando despercebidos. 

É importante que sua equipe entenda que o pós-venda também pode ser usado como pesquisa de satisfação, tornando-se uma ótima ferramenta para melhorar o engajamento de sua marca. além disso, outra vantagem significativa desse tipo de ação está no fato de ser constantemente lembrado.

Dessa forma, você vai ter a oportunidade de criar um relacionamento duradouro com o cliente, seja por meio da pesquisa de satisfação, seja por meio de um contato eventual em datas comemorativas. 

2. Estude o perfil de seu cliente

Para que o pós-venda traga bons resultados, é preciso saber como será a abordagem feita ao cliente. Para isso, conheça quem é ele, qual a melhor linguagem a ser usada e os canais de comunicação em que está mais presente são aspectos essenciais para extrair do pós-venda informações úteis ao seu negócio. 

É nesse momento que a sua empresa pode identificar quais foram as expectativas do comprador — e se elas foram cumpridas —, além de oferecer um atendimento personalizado.

Esse último aspecto faz com que o cliente se sinta prestigiado e, consequentemente, se lembre de sua empresa em decisões de compras futuras, além de recomendar a sua marca a parentes próximos e a amigos via redes sociais. 

3. Crie programas de fidelização

O que é um programa de fidelização? Basicamente, é você oferecer ao seu cliente incentivos para que ele compre novamente em seu negócio em troca de algum tipo de benefício.

Sendo assim, eles são usados em diversos segmentos com o objetivo de tornar aquele consumidor um defensor da sua marca, fazendo com que se lembre dela sempre que precisar de um produto e/ou serviço parecido. 

Com uma estratégia de pós-venda aliada a programas de fidelização, é possível oferecer promoções ao seu público, desconto progressivo — que aumenta de acordo com a quantidade de vezes que o cliente compra —, além de criar um programa de pontuações. Esse último exemplo é um tipo de campanha em que a pessoa acumula uma quantidade de pontos a serem utilizados na troca por outros produtos e/ou serviços.

4. Envie conteúdo relevante para o seu público

As dúvidas do seu cliente em relação ao seu mercado de atuação não vão acabar assim que ele concluir o processo de compra. Por essa razão, invista na produção de conteúdo de qualidade, demonstre que sua empresa é autoridade no tema e deseja solucionar os problemas e as dores das pessoas. 

Novamente, isso é importante para que o consumidor lembre da sua marca sempre que precisar de algum produto e/ou serviço semelhante. Para isso, invista em produção de conteúdo em texto, áudio e vídeo para blogs e redes sociais.

Também envie, por e-mail, os materiais que vão contribuir para sanar possíveis dúvidas. Entre os canais de envio disponíveis, você pode utilizar o SMS marketing, por exemplo.

O ideal é que 80% das postagens sejam focadas em questões relacionadas ao seu nicho de atuação, enquanto os outros 20% sejam de conteúdo produzido para divulgar o seu produto durante o processo de venda.

Assim, muito além do que apenas oferecer os seus serviços ao cliente, você precisa conquistá-los e comprovar que entende do assunto, transmitindo confiança para ser lembrado em momentos decisivos. 

5. Utilize o método NPs

Conhecido como Net Promoter Score (NPs), ele é um método elaborado para que o seu negócio entenda qual é a satisfação dos clientes que utilizam seu serviço. Por isso, é essencial considerar sua utilização para melhorar o pós-venda.

Além de poder ser usada em qualquer segmento, o NPs elimina recursos que podem desestimular o seu público, como formulários e pesquisas longas. E quais os canais que podem ser utilizados para o NPs?

Em um simples SMS marketing, por exemplo, é possível enviar uma pergunta de satisfação, oferecendo a opção de avaliar a compra, o atendimento, entre outros itens, em uma escala de 0 a 10. Dessa forma, sua empresa será capaz de traçar estratégias para melhorar os pontos cujos resultados ainda não são satisfatórios.

A partir do NPs, você vai entender os pontos fracos do seu atendimento, a fim de melhorar a experiência dos futuros compradores. Isso aumenta a possibilidade de novas vendas serem concretizadas e, claro, de uma maior satisfação do seu público. 

Neste post, você teve acesso a 5 dicas simples de como melhorar o pós-venda de seu negócio. Essas estratégias são extremamente eficazes, uma vez que vão estreitar o relacionamento com o seu cliente, a fim de que sua empresa entenda os pontos que precisam ser trabalhados e como engajar mais o comprador. 

O que achou deste conteúdo? Existe alguma outra ação de pós-venda que não foi incluída em nosso texto? Então, escreva seu comentário aqui embaixo e vamos continuar a conversa sobre esse tema!