fbpx

Estar preparado para efetuar uma boa gestão de crises é indispensável para empresas que desejam se destacar no mercado. Entretanto, enfrentar situações que exigem agir sob pressão e oferecer respostas rápidas e efetivas pode acarretar em ações precipitadas, que tendem a agravar ainda mais circunstâncias. 

Pensando nisso, elencamos as melhores práticas a serem adotadas durante a gestão de crises, para que seu negócio saia ainda mais fortalecido após o momento de dificuldade. Boa leitura! 

Gestão de crises: conheça boas práticas para enfrentar momentos difíceis

Sua empresa está devidamente preparada para lidar com uma situação de crise? Continue a leitura e conheça algumas boas práticas que ajudarão você a realizar uma gestão de crises de sucesso e prevenir futuros riscos. 

O que pode ser considerado uma crise para uma empresa? 

Uma crise empresarial pode ser definida como o surgimento de um grande problema, que pode ter diversas origens e que acaba acarretando sério impacto nas operações de um negócio. Dentre as várias naturezas possíveis, podemos elencar:

  • Falha na gestão financeira ou redução significativa no faturamento;
  • Crise de reputação devido a denúncias de consumidores; 
  • Erro na comunicação e relacionamento com o público;
  • Problemas nos equipamentos, resultando em paralisia da produção;
  • Ação de sabotagem;
  • Questões legais que levam a interdição ou multas.

O que fazer durante uma crise? 

Não ignore o problema

Acredite, a crise não ficará menor se você simplesmente ignorá-la. Na verdade, esse pode ser um erro fatal para o seu negócio. Sem a devida gestão de crises diante de um grande problema, as proporções da situação podem se tornar fora de controle e gerar danos irreparáveis. Por isso, o primeiro passo para se sair bem diante de uma crise é assumir que ela existe.

Agilidade faz toda a diferença

Uma vez que o problema foi constatado, é de extrema importância ter agilidade para elaborar um bom planejamento e colocá-lo em prática. Porém, é necessário ter muito cuidado e não confundir agilidade com pressa. Durante uma gestão de crises, tanto a demora em agir quanto as ações precipitadas podem levar a danos severos à imagem da marca e às finanças da empresa. Criar protocolos ajudam a ter uma reação mais imediata perante as crises, aumento a velocidade da reação da empresa e quais procedimentos deverão ser seguidos.

Evite paralisar a empresa durante a crise

Uma boa gestão de crises também envolve a manutenção das atividades rotineiras do negócio, apesar dos problemas enfrentados. O gestor deve evitar que a crise contamine o ambiente corporativo e traga ainda mais danos à empresa. Na medida do possível, mantenha sua equipe tranquila e focada nas atividades regulares. A continuidade das operações transmite a mensagem de que a companhia continua sendo capaz de atender às necessidades do seu público, agindo com pro atividade. Em paralelo, trabalhe ativamente na resolução do caso, ao lado de colaboradores que possam ajudar.

Trabalhe a comunicação

Comunique-se de forma transparente com o público interno da empresa. Isso é fundamental para que todos os colaboradores tenham conhecimento da real situação e possam contribuir com o que for possível. Lembre-se também de manter boa comunicação e transparência com seus clientes, evitando perder credibilidade e originar boatos.

Durante essa importante etapa da gestão de crises, contar com o SMS para manter a comunicação com seu público pode fazer a diferença. O SMS demonstra bom desempenho para empresas de diferentes segmentos que desejam notificar e informar clientes, por diversas razões. Segundo recente pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), um em cada 4 brasileiros não tem acesso à internet. Isso indica o quanto o SMS pode ser um canal importantíssimo durante um momento de crise. Afinal, ele independe de internet, modelo de celular ou até mesmo de operadora. Desde que o aparelho tenha sinal, a mensagem enviada será entregue.

Meça os danos e crie um planejamento

Após comunicar à equipe da sua empresa sobre o momento de crise enfrentado e solicitar a compreensão e apoio de todos, é o momento de medir os efeitos da crise e estabelecer o planejamento para curto e médio prazo, focando em sanar os fatores que estão causando a crise. 

Em um artigo da Harvard Business Review, pesquisadores recomendam usar um mapa de conectividade durante a gestão de crises. Eles explicam que o mapa é uma representação visual das diversas situações que se desenrolam ao redor da crise. Tendo uma visão mais clara das variáveis, a liderança consegue definir quais são as prioridades e, a partir disso, traçar um plano de ação.

Tire lições da crise

Outra grande prática durante uma gestão de crises envolve absorver o que pode ser aprendido com a situação. Após a resolução da crise, é importante que haja uma reflexão por parte de toda a equipe sobre o que ocasionou os problemas enfrentados e como eles poderiam ter sido evitados. Elaborar e documentar essa avaliação é fundamental para inibir a ocorrência de novas crises semelhantes. Caso futuramente outra situação leve a uma nova crise, os aprendizados devem ser usados para chegar a uma solução mais rápida.

Conte com o apoio da TWW durante o momento de crise 

Em um momento tão difícil como uma crise, é extremamente importante contar com uma ferramenta parceira que ajude você e sua empresa a manter um canal de relacionamento sólido e abrangente com seus clientes. A TWW é uma empresa homologada de SMS, que está há mais de 20 anos no mercado aprimorando ferramentas de comunicação. Entre em contato com nossos consultores e saiba mais sobre nossos serviços!

Confira a webinar sobre como uma empresa deve se comportar durante a gestão de crises. 

Escreva um comentário