fbpx

Se você deseja alcançar o sucesso de sua empresa, é preciso estar atento a algumas questões. Entre os fatores que contribuem para que seu negócio seja bem-sucedido, ter conhecimento sobre administração e gestão, contar com profissionais qualificados, que de fato vão agregar ao seu produto e serviço, além de investir em um planejamento estratégico de marketing são pontos fundamentais. 

O último é considerado um dos essenciais para que a organização consiga atingir os resultados almejados. Independentemente do tamanho ou de sua área de atuação, ter um plano como esse bem definido precisa ser enxergado como uma das principais etapas do seu processo gerencial, pois vai contribuir para estipular os caminhos de sua empresa, assim como definir as metas a serem alcançadas.

Pensando na importância desse assunto, elaboramos este post. Você vai ficar por dentro do que é um planejamento estratégico de marketing, para que ele serve, qual a sua importância e como desenvolver um plano como esse de maneira eficiente. Boa leitura!

O que é o planejamento estratégico de marketing?

Inicialmente, entender o conceito de planejamento estratégico de marketing é essencial para que possamos explicar as outras diretrizes. Vamos imaginar a seguinte situação: é início de ano, e sua empresa deseja estabelecer uma série de ações que vão contribuir para os bons resultados, como campanhas promocionais em datas comemorativas. O planejamento estratégico de marketing vai justamente nortear como essas ações devem ser executadas. 

Ou seja, vai contribuir para que você defina o posicionamento de mercado de acordo com as intenções da diretoria, seja em relação a um produto em específico, seja em relação à visão que os gestores desejam transmitir do negócio. 

Para que isso traga resultados efetivos, é necessário que todos os setores da empresa participem. Sendo assim, o planejamento estratégico de marketing oferece boas informações às ações e levanta dados que, de alguma forma, trarão valor para que esse objetivo seja atingido. 

Os riscos de não executar essa estratégia são vários! Entre eles, o fato de seu negócio desperdiçar recursos com ações ineficientes para seus produtos. De nada adianta uma megacampanha se investir em uma mídia errada, não é verdade? Além disso, aproveitar recursos de maneira equivocada pode fazer com que atraia o público errado por meio das suas mídias. Essa ação não vai impactar em nada o seu fluxo de caixa, uma vez que eles certamente não fecharão negócio. 

Qual a importância do planejamento estratégico de marketing?

Investir em um planejamento estratégico de marketing traz alguns benefícios para o seu negócio, além dos já mencionados — como as chances de as ações do negócio terem mais chances de alcançar os resultados pretendidos. A seguir, apresentamos as principais vantagens de investir em um plano como esse. Confira!

Passa a ter conhecimento sobre o mercado e os concorrentes

Ao elaborar um planejamento estratégico de marketing, o ponto de partida — que abordaremos em outro tópico mais adiante — é a pesquisa. A partir desse estudo, a sua equipe precisa ter um profundo conhecimento sobre os seus concorrentes, uma vez que é preciso entender quais são as principais ações realizadas por eles.

Sabe aquela estratégia na qual o seu time ainda não tinha pensado e que poderia dar certo em seu negócio? É a partir dessa percepção que novas ideias podem surgir. Isso não quer dizer que você vai copiar exatamente o que a concorrência tem feito, mas sim filtrar as campanhas e aplicar à sua realidade. O fato de ter dado certo em uma organização não quer dizer que também dará na sua.

Dessa forma, avalie o que realmente é capaz de render ao seu negócio uma boa colocação no mercado. 

Consegue informações sobre o público-alvo

A maioria dos gestores conhece a relevância de ter informações sobre o público-alvo. No entanto, nem todas as empresas entendem perfeitamente para quem deve transmitir a sua cultura e vender os seus produtos. Dessa forma, o planejamento estratégico de marketing permite com que as ações sejam feitas especificamente para o público mais provável de adquirir os seus produtos ou serviços. 

Ter em mente as informações necessárias para desenvolver campanhas é essencial, pois assim será possível elaborar relatórios informando tudo aquilo que trouxe resultados e o que precisa ser melhorado. Esses aspectos são pensados justamente para atingir um nicho de consumidores. 

Melhor conhecimento sobre o budget de marketing

Você já ouviu falar em budget de marketing? Quem entende um pouco sobre o assunto pode até ter uma ideia equivocada de que se trata apenas da propaganda de um produto em específico. No entanto, é necessário entender que ele se apoia em um tripé formado por estratégias de negócio, comunicação e marketing. 

A sua empresa, assim como qualquer outra, preocupa-se, além de desenvolver ações eficientes, com o custo que isso vai gerar, não é verdade? Dessa forma, antes mesmo de colocar alguma estratégia em prática, é preciso estudar o orçamento para que tudo fique de acordo com o planejado. Ou seja, o budget é justamente esse valor gasto em suas campanhas. 

A partir do planejamento estratégico de marketing desenvolvido em seu negócio, é possível ter o budget de marketing bem definido. Dessa forma, as chances de gastar um orçamento maior que o necessário nas campanhas reduzem significativamente. 

Maior reconhecimento e autoridade de marca

Ser reconhecido em sua área de atuação como autoridade no assunto é um dos principais objetivos de um negócio, não é mesmo? No entanto, para que isso seja cumprido de maneira eficiente, é preciso ter uma presença online nos canais corretos, a partir de estratégias que tenham periodicidade. 

Com esse plano em execução, você vai entender quais são as melhores ações a serem adotadas também no âmbito online, com o objetivo de atrair o público em específico e garantir reconhecimento. 

Contribui para o planejamento estratégico

O conceito de planejamento estratégico vai muito ao encontro do plano de marketing. É a partir desse processo que a empresa define os melhores rumos a serem seguidos com o objetivo de alcançar as metas almejadas — a diferença, aqui, é que engloba ações de todas as áreas. Assim, a partir de um contexto previamente analisado, as metas são definidas, e os setores vão planejar meios para cumprirem com os objetivos. 

Para que isso ocorra de maneira eficiente, é preciso que todas as áreas estejam alinhadas. Sendo assim, a partir do planejamento estratégico de marketing é possível tornar os setores mais próximos e permitir que os objetivos sejam cumpridos conforme o esperado. 

Permite que a empresa adote uma linguagem adequada

Apenas conhecer o público e escolher os canais certos não é o suficiente para que a estratégia traga resultados pretendidos: é preciso que a linguagem seja apropriada. Imagine a seguinte situação: sua empresa é do ramo de educação e deseja atingir especificamente pais de alunos. No entanto, nas redes sociais, a sua linguagem é mais jovem, indo ao encontro de um público que não vai fechar negócio com a sua instituição. 

Certamente, essa estratégia não trará resultados efetivos, não é mesmo? Esse equívoco pode contribuir, inclusive, para que a sua organização perca credibilidade. Assim, há possibilidade de que o dinheiro gasto, em vez de oferecer resultados relevantes, traga prejuízos. 

Além disso, é preciso se preocupar não apenas com a linguagem transmitida aos seus clientes: os gestores e líderes precisam enxergar os colaboradores como parte de si. Áreas de um negócio que não tenham uma comunicação em comum e que não estejam alinhadas à missão, visão e valores da empresa transmitem essa falha para o público externo, influenciando nos resultados. 

Como elaborar o planejamento estratégico de marketing?

Com o objetivo de elaborar um planejamento estratégico de marketing eficiente, é preciso seguir alguns passos simples e importantes. A seguir, selecionamos os principais. Confira!

1. Identifique seu público

Abordamos anteriormente que uma das principais vantagens do planejamento estratégico de marketing é o fato de que ele possibilita à empresa o conhecimento exato de quem é o seu público. E essa é justamente uma das primeiras etapas para elaborá-lo: para que o plano seja efetivo, é preciso identificar os seus consumidores. A partir dessa definição é que outras estratégias poderão ser executadas. 

Para isso, entenda quem é a sua persona. Ou seja, o seu perfil ideal de cliente que adquire seu produto ou serviço. Hoje, as empresas criam um personagem fictício responsável por exemplificar exatamente o tipo de público. Ele tem nome, idade, preferências e os devidos problemas a serem solucionados pelo seu negócio. 

Pensa que essa é uma tarefa fácil? Não é bem assim! Apesar de muitas empresas acreditarem conhecer bem os seus clientes, alguns gestores nem sequer conversaram com exemplos reais de seu público e nem entende qual é a dor que eles sentem ao procurar pelo seu produto. 

Como criar a sua persona? Antes de responder a essa pergunta, entenda sua principal diferença para o público-alvo:

  • público-alvo: homens e mulheres com idades próximas a 30 anos; solteiros, graduados em administração e com renda média de R$5.000. O seu objetivo é aumentar o fluxo de clientes no negócio. 
  • persona: Clarice tem 31 anos, é formada em administração e é gestora de uma instituição de ensino. Procura for ferramentas que otimizem a sua administração, estreitem o laço com o seu público e, consequentemente, atraiam mais pessoas para o negócio. 

Percebeu como que a persona exemplifica bem mais, por meio de um personagem semifictício, quais são as dores e problemas de seus clientes? É por meio desse conhecimento que as estratégias de marketing serão desenhadas, visando um retorno financeiro que atenda às expectativas da empresa.

Enquanto o público-alvo é mais abrangente, relacionado às pessoas para as quais você vende seus serviços e produtos, a persona é a representação do cliente ideal. Agora vamos ao que interessa: como é possível criá-la? O mais importante é que você responda aos seguintes questionamentos:

  • Quem é o seu cliente ou potencial cliente? — inclua características psicológicas e físicas da pessoa responsável pela compra;
  • Qual é o tipo de assunto que mais interessaria a esse cliente em relação ao seu nicho de atuação?
  • Quais são as atividades que ele mais pratica, tanto pessoal quanto profissional?
  • Qual é a escolaridade? — tem superior completo? Quais são os principais obstáculos e ameaças?
  • O que influencia em suas decisões?

A partir das respostas desses questionamentos, é possível entender um pouco melhor sobre quem é a sua persona. No entanto, tome cuidado: faça uma pesquisa a fundo, pois aqui não se permite “achismos”. É necessário ter certeza de quem é a pessoa que se interessa pelos seus produtos, com o objetivo de conseguir alcançar os resultados almejados.

2. Defina seus canais de atuação

A definição exata dos canais de atuação é outro aspecto importante para elaborar o planejamento estratégico de marketing. É a partir deles que você vai conseguir atingir a sua persona de maneira mais exata, indo ao encontro daquelas ferramentas que mais utilizam e agregam valor ao dia a dia do seu consumidor. 

Assim que fizer uma intensa pesquisa e entender quem é a sua persona, você terá uma noção mais clara sobre os canais nos quais vai lançar seus conteúdos, seus comunicados, divulgar produtos e serviços. Sabe aqueles problemas identificados pela sua equipe que seu cliente e potencial cliente enfrentam? Chegou a hora de você começar a sanar essas dúvidas! 

A partir do planejamento estratégico de marketing é possível escolher os locais ideais baseados justamente nessa pesquisa. Assim, evita-se que você invista recursos em canais que nada tem a ver com o seu público. Deseja inovar e utilizar algumas ferramentas? Faça testes e mensure os resultados, pois, caso dê certo, será um passo para ficar à frente da concorrência. 

Entre as opções que sua equipe pode estudar, destacamos:

  • blog corporativo;
  • SMS marketing;
  • e-mail marketing;
  • vídeos;
  • produção de e-books;
  • webinars.

No entanto, não desconsidere por completo as mídias tradicionais, pois elas podem ser importantes aliadas em uma campanha em conjunto. Se a sua empresa faz uma campanha de descontos por meio do SMS marketing, por exemplo, é possível destacar esses diferenciais em algum outro local, como:

  • rádio;
  • jornais;
  • eventos;
  • patrocínios. 

Vale lembrar que tudo isso vai depender do quanto você conhece seu público e do recurso que deseja empregar — além de avaliar o retorno que essas estratégias trarão ao seu negócio. 

3. Pesquise sobre o mercado

Também explicamos sobre essa importante vantagem competitiva do planejamento estratégico de marketing: conhecer o mercado para avaliar quais são as estratégias utilizadas para, assim, empregar aquelas que condizem com o seu planejamento. Além disso, é importante aperfeiçoar determinadas ações para sair à frente da concorrência. 

Conhecer as demais empresas que estão inseridas no seu segmento é justamente ter a oportunidade de entender quais são aqueles pontos positivos e negativos dos serviços e produtos disponibilizados por eles, como uma maneira de comparar com o que você oferece. 

Se você conhece adequadamente quem são seus principais concorrentes, vai ter a oportunidade de agregar diferencial aos seus produtos, além de conquistar um número maior de clientes por apresentar vantagens ao seu público. 

Para isso, inicialmente é preciso definir a posição no mercado no qual o seu negócio está inserido. No entanto, preste atenção nessa dica de ouro: para que você tenha essa posição bem esclarecida, é preciso que o empreendedor consolide a sua marca por meio da construção de uma imagem que vai transmitir o diferencial de seus produtos, de maneira que a organização se destacará perante a concorrência. 

Lembre-se de que a exigência do público é cada vez maior. Por essa razão, busque construir uma imagem positiva e a zele para que não tenha que trabalhar em sua construção posteriormente — acredite, reformular algo que se desgastou é mais trabalhoso do que começar um nome do zero. 

A pesquisa de mercado ainda garante que você aprenda com a concorrência. Mais importante do que entender o que eles fazem é justamente compreender aquilo que não deu certo. Tenha isso claro e faça perguntas estratégicas à sua equipe: 

  • por que não deu certo?
  • Quais foram as ferramentas utilizadas para divulgação que contribuíram para que as metas não fossem atingidas?
  • É possível lapidar essa estratégia para que ela alcance os resultados almejados? 

Essa é uma ótima maneira de evitar frustrações de sua equipe, além de reduzir as chances de alocar recursos em locais equivocados. Se algo deu certo, estude e tente aprimorá-lo de acordo com a realidade do seu negócio. Se não, entenda o que pode ser feito para que os resultados sejam efetivos. O mercado está em constante evolução. Para isso, é preciso estudá-lo a fundo e aproveitar as melhores oportunidades.

4. Defina as metas e os objetivos do ano

O ano está só começando. A hora de definir as metas e objetivos, portanto, é agora! Defina quais são eles ao criar o planejamento estratégico de marketing, pois é por meio desses números e ações que as estratégias poderão ser adotadas pelo negócio. 

Tenha atenção, no entanto, para definir metas realistas, de maneira que a empresa vai crescer continuamente e atingir os índices desejados. De nada adianta colocar metas que, no papel, vão ocasionar em um crescimento assustador da organização se elas não plausíveis para a realidade do seu negócio. 

As ações de marketing devem estar continuamente associadas às metas e objetivos traçados. Dessa forma, é essencial que o conhecimento do mercado sirva para não alocar recursos ou ações que não tenham tanta necessidade, ou até mesmo que sejam desproporcionais com o contexto da organização. 

Para isso, abuse da criatividade, pois esse é o momento! Existem opções de estratégias que podem fazer parte de seu planejamento estratégico de marketing, como o marketing viral, inbound, digital, entre outros. 

O momento de inovar é justamente este: seus concorrentes ainda não estão utilizando a estratégia de SMS marketing, e você entende que seu público utiliza bastante essa ferramenta? Não pense duas vezes antes de adotar essa ação! A partir disso, será possível definir um cronograma para o acompanhamento do planejamento estratégico de marketing já definido. 

Caso a sua empresa tenha definido exatamente quais são as ações, quem é o seu público, os principais canais e entendido tudo sobre a concorrência, você está no caminho certo! Mas se não acompanhar os resultados alcançados, ou todo esse trabalho será em vão. Avaliar o processo é essencial para o sucesso e para que sejam feitas as correções necessárias. 

Esse cronograma vai funcionar como uma espécie de relógio que determinará o momento de fazer cada ação. Ou seja, é fundamental para determinar o timing das ações.

Vai fazer uma campanha para o Dia das Mães? É necessário estar especificado quais são as datas das estratégias adotadas. Assim, contemplará não apenas o que vai ser feito, como também considerar os esforços necessários e até mesmo quais setores farão cada ação. 

5. Revise as bases do seu planejamento estratégico de marketing

Como já mencionado, o monitoramento das ações para entender aquelas estratégias positivas é um dos principais pontos. Dessa forma, vai ser possível revisar as bases do planejamento estratégico de marketing sempre que julgar necessário. 

Mesmo com todo o trabalho durante a definição das personas, do estudo da concorrência, entre outras bases importantes para a abordagem, você nunca pode pensar nesses dados como algo estático. 

Se a sua empresa for tradicional e com uma clientela já formada, é preciso entender que o mundo dos negócios é completamente dinâmico devido à variedade de tendências que observamos em um espaço curto de tempo. Da mesma forma que você entendeu sobre os seus concorrentes, eles também estão buscando por novidades em outras empresas. 

Revisar as bases de seu planejamento é essencial justamente para verificar onde tem acertado mais e investir nisso por mais um tempo, além de analisar o que não tem dado certo. 

Por meio deste guia absolutamente completo do planejamento estratégico de marketing, você pôde conhecer a sua importância, como ele traz vantagem competitiva para a empresa e como executá-lo de maneira eficiente. Ter isso claro em seu negócio é preciso para conseguir planejar ações, ter as datas bem definidas e alcançar resultados sem maiores gargalos ao negócio. 

Gostou deste conteúdo e deseja ter acesso a outras dicas e novidades como essas? Assine nossa newsletter a receba nossos textos diretamente em sua caixa de entrada!

Escreva um comentário