Um dos maiores desafios das empresas é reduzir inadimplência e manter o fluxo de caixa sempre organizado. No entanto, a gestão financeira e o relacionamento com os clientes necessitam de jogo de cintura, paciência e empatia, pulso firme e estratégias certas para realizar cobranças sem ‘’magoar’’ o consumidor, o que poderia afastá-lo da sua marca.

Quando um número elevado de clientes está inadimplente, consequentemente, há uma queda dos lucros da organização, aumento das despesas e dificuldades para arcar com o pagamento dos colaboradores, fornecedores, custos operacionais e estoque.

Nesse cenário, a empresa também pode ficar inadimplente no mercado e sem condições de fazer novos investimentos. Isso porque, com os altos índices de desemprego no Brasil, fica difícil resistir ao momento de crise, o que pode obrigar o negócio a enxugar o seu quadro de funcionários e, nos casos mais sérios, ter que fechar as portas.

Quer evitar esse problema? Confira, a seguir, como reduzir a inadimplência e construir um relacionamento mais próximo e saudável com os seus clientes!

1. Prefira receber à vista

Há várias formas de pagamento, como cheques, consignado, cartões e o tradicional à vista. Contudo, o mais recomendável é que a empresa ajuste as suas ações para favorecer o pagamento à vista. Assim, é possível diminuir os possíveis atrasos ou calotes.

A razão para isso é simples. Se o cliente paga o produto no ato da compra, não existe margem de risco para que a dívida fique em aberto. Para tanto, é preciso disponibilizar atrativos para pagamento à vista. Uma alternativa interessante é criar campanhas de descontos, que mostrem ao cliente que há mais vantagem econômica em pagar o produto de uma vez só, em vez de parcelá-lo.

Porém, cuidado com a margem de desconto que será concedida. É necessário fazer um estudo de viabilidade, que lhe permita trabalhar com uma margem saudável e ter um capital de giro disponível em caixa.

2. Construa um bom relacionamento com o cliente

O cliente é uma das peças mais importantes para o bom funcionamento de uma empresa, haja vista que é responsável por impulsionar o sucesso do empreendimento. Sendo assim, é imprescindível estabelecer um bom relacionamento com o seu público consumidor.

Proporcione uma experiência de compra que seja agradável e recompensadora. Isso contribui para engajar o cliente com a sua marca e abre espaço para uma relação duradoura. O uso do SMS facilita a concretização desse objetivo, pois permite o envio de ofertas exclusivas e cupons de descontos, que ajudam a manter o consumidor interessado nos seus produtos e serviços.

Uma vez que tem um bom relacionamento com a empresa, é mais provável que o cliente queira ter esse laço e as portas abertas por mais tempo. Dessa maneira, as chances de ele não honrar o pagamento das suas dívidas são bem menores.

Esse fator não só reduz as taxas de inadimplência, como também promove a satisfação dos consumidores com o seu empreendimento, o que faz com que os mesmos o recomendem espontaneamente para os seus familiares e amigos. Trata-se do marketing espontâneo — em que ocorre uma série de eventos positivos para o seu negócio, melhorando os seus indicadores e lucratividade.

3. Escolha a data de vencimento corretamente

Identificar as datas mais propícias para o pagamento é de suma importância para evitar atrasos. Nesse sentido, é crucial analisar dois aspectos. Em primeiro lugar, a data deve ajudar a manter um bom fluxo de caixa para a empresa, de modo que os custos fixos continuem sobre controle. O segundo ponto é a necessidade de a data estar de acordo com a realidade financeira do comprador.

Elabore um planejamento estratégico da data de vencimento dos seus pagamentos. Assim, você saberá exatamente quando o dinheiro vai cair na sua conta e pode se programar para arcar com as suas despesas e manter as suas finanças em dia.

4. Envie lembretes de vencimentos

Ao entrar em contato com o cliente perto da data de vencimento, a empresa o deixa informado e evita o esquecimento dos pagamentos e eventuais problemas com a organização orçamentária.

Utilize a tecnologia ao seu favor, enviando lembretes de vencimento por SMS. Em uma era em que as pessoas estão cada vez mais conectadas e com os seus smartphones sempre à mão, há mais chances de a mensagem ser visualizada, além de ser um meio prático e fácil para estabelecer uma comunicação eficiente com o consumidor.

5. Emita faturas e linhas digitáveis por SMS

Em uma sociedade em que as pessoas vivem correndo para cumprir com as suas obrigações, é crucial que as empresas proporcionem comodidade para que os seus clientes consigam efetuar pagamentos sem que isso resulte na realização de processos burocráticos e que demandem muito tempo.

Com a emissão de faturas e linhas digitáveis por SMS, a empresa oferece muito mais praticidade aos seus consumidores. Será possível acessar o boleto e pagá-lo pela internet rapidamente. Além disso, com esse sistema, você tem maior controle sobre as ações dos clientes, ou seja, se estão em dia ou inadimplentes. A partir daí, você pode organizar-se para preparar ações que aproximem o cliente do empreendimento e favoreça o recebimento das contas.

6. Negocie dívidas

Em muitos casos, o cliente não está honrando o pagamento da dívida não porque não quer, mas sim porque não tem condições de fazê-lo no momento. Considerar essa situação é fundamental para que a empresa garanta o pagamento das dívidas a receber. E a melhor forma de se fazer isso é por meio de negociações que beneficiem as duas partes.

Contate o cliente em débito por SMS ou ligações telefônicas para propor uma negociação, que pode desde ampliar o prazo de vencimento até reduzir o valor a ser pago para uma quantia que seja acessível para a condição atual do cliente. Diante disso, nem o consumidor deixa de pagar, nem as finanças da empresa serão impactadas negativamente.

7. Cobre a dívida com educação

O cliente tem a obrigação de quitar a dívida, mas é preciso que a cobrança seja feita de maneira educada para que ele não crie uma imagem negativa e rejeite fazer novas compras com a sua empresa. Antes de qualquer coisa, entenda que a cordialidade traz mais resultados do que a rispidez.

Portanto, faça as suas cobranças com respeito, utilizando uma linguagem que não constranja o cliente e procure entender os motivos dele. Preze pela educação e discrição com o consumidor, isso aumenta as possibilidades de o comprador querer negociar e pagar a sua dívida. Ademais, ao mantê-lo como amigo, futuramente ele poderá comprar mais vezes.

Como você viu, reduzir inadimplência está ao seu alcance. Para que as suas estratégias sejam mais eficientes, acompanhe rotineiramente as entradas e saídas da sua empresa, e conte com uma equipe competente e o suporte necessário para realizar essa gestão, assim, se inadimplência bater na sua porta, você terá tempo para tomar decisões assertivas e encontrar o melhor modo de o seu caixa não ficar no negativo.

Gostou deste post? Assine a nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos no seu e-mail!

Escreva um comentário