fbpx
Tag

marketing

Browsing

Envio de SMS: Como vender em 160 caracteres

O envio de SMS é uma das estratégias de vendas mais utilizadas pelas empresas. O serviço oferece uma alta taxa de leitura que atinge até 98%. Como não depende de sinal de internet, apresenta mais chances de ser entregue ao usuário final. Este método pode ser aplicado por empresas de pequeno até grande porte, o que vai variar é o público, os objetivos, e maneira como ela será utilizada.

Assim como todos os canais utilizados para realização de marketing e, ainda mais, com foco em vendas, existem algumas etapas que devem ser estudadas.  O SMS exige compreensão e aplicação de alguns processos para garantir bons resultados. Não se deve esquecer que o serviço oferece uma limitação de 160 caracteres, por isso, a mensagem deve oferecer um conteúdo relevante, objetivo e que gere venda.

Confira abaixo por onde começar a utilizar esse serviço, quais práticas são mais comuns e que podem levar ao sucesso de uma campanha.

Tenha uma base de dados consistente

O primeiro passo para envio de SMS é possuir uma base de contatos que seja consistente. Ou seja, que esteja atualizada, seja organizada e, acima de tudo, com clientes que se interessaram pelo assunto oferecido pela empresa. A gestão desses dados pode ser realizada de forma automatizada através de plataformas de CRM, Customer relationship management, que em tradução livre corresponde a Gestão de Relacionamento com o Cliente. Saiba mais sobre essa base e sua importância.

O que é um banco de dados?

O banco de dados é o armazenamento e organização de dados que tratam do mesmo assunto, e são guardados por segurança e utilização futura. Muitas marcas mantém esse inventário de informações para utilização em estratégias de marketing, pesquisas e outros assuntos. 

Qual a importância dele?

O principal ponto sobre conter uma base dados, é o Opt in, que basicamente é a autorização necessária, fornecida pelo usuário para receber conteúdos e comunicações de uma determinada empresa. A prática de envio de SMS para consumidores que não autorizam o uso de seus dados é uma ação inadequada, e pode prejudicar a imagem da marca.

Além disso, com uma base de dados organizada, a empresa ganha otimização e lucro, porque o processo de envio de conteúdos é mais prático e fácil, e tem mais chances de um retorno positivo.

Entregue bons conteúdos em até 160 caracteres

É importante deixar seu conteúdo mais objetivo e interessante para a leitura do usuário, adequando ao formato de até 160 caracteres do SMS tradicional.

Seja atrativo

Chamar a atenção dos usuários é a chave para cativá-lo e possivelmente, gerar uma venda. Portanto, o envio de SMS deve conter um conteúdo que seja relevante para o destinatário, ou seja, um assunto, notícia ou produto que seja do interesse desse consumidor. Além disto criar chamadas atrativas e que despertem a atenção do público, aumentam as chances de que o SMS seja lido, e que o cliente converta.

Tenha objetividade

O envio de SMS deve ser o mais objetivo possível. Não estamos dizendo para se esquecer de ser atrativo, o ponto é que como o serviço oferece limite de caracteres, é crucial ir direto ao ponto. Faça bom uso do espaço disponível e envie mensagens com conteúdos cativantes, porém objetivos.

Boas práticas para envio de SMS

Depois de possuir e organizar a base de dados, existem vários outros fatores que poderão influenciar no desempenho da sua estratégia e consequentemente, nos seus resultados.

Evite o spam

Você deve chamar a atenção dos usuários, mas é imprescindível que a comunicação não seja inconveniente. Por isso, não envie conteúdos repetidamente e em horários desconexos, ou então você poderá receber um bloqueio ao número. Se isso acontecer, o contato dificilmente será restabelecido.

Ofereça cupons de descontos

Uma das melhores chances de atrair seus clientes e aumentar as vendas, são os cupons de desconto. Eles podem ser utilizados em diversas ocasiões, seja em momentos de alta no estoque, black friday, abandonos de carrinho, remarketing, entre outros. Você pode enviar um código promocional, ou inserir um link com uma página de ofertas, depende do objetivo e da estratégia pretendida. Ao direcionar o consumidor para uma página de uma promoção através de um link, é possível economizar espaço no texto, porém garantindo que o consumidor vai ter acesso a toda a informação.

Encoraje a fidelização

Segundo Philip Kotler, conquistar um novo cliente custa entre 5 e 7 vezes mais do que manter um atual. Essa afirmação faz todo o sentido e é uma das tarefas mais difíceis para uma organização. É necessário estimular seu cliente à continuar comprando produtos ou serviços na sua empresa, e destacar as vantagens, e porque ele deve continuar utilizando seus itens e não mudar para a concorrência.

Isso por ser feito por meio do envio de SMS com conteúdos personalizados para aquele usuário, ou ainda oferecendo um bom atendimento. Porque um cliente satisfeito, volta a comprar e ainda indica para outras pessoas. 

Resgate o cliente que abandonou o carrinho

É comum um consumidor navegar por diversas páginas dentro do seu site ou aplicativo, incluir itens no carrinho e acabar não finalizando a compra. A razão pode ser que ele esteja indeciso, decida pesquisar no concorrente, esteja inseguro ou ainda adie a compra e esqueça dela. Nesses casos, o envio de SMS pode ajudar uma marca a recuperar esse usuário, com mensagens para finalizar a compra, oferecer frete grátis ou proporcionar descontos nos produtos que foram adicionados no carrinho.

Trabalhe com ferramentas de qualidade

Estudar e analisar todas as boas práticas citadas acima, de nada vale se sua empresa não puder contar com uma ferramenta que faça o envio de SMS com qualidade. A TWW oferece diversos serviços como: SMS, chatbot, voicebot, flash, entre outros. Sempre com excelência, auxiliando marcas dos mais diversos segmentos a obterem sucesso e atingirem seus objetivos de vendas. São anos de tradição no mercado, com colaboradores preparados e todo o suporte necessário para um desempenho de sua estratégia.  Entre em contato e saiba mais.

Guia de vendas: como aumentar as conversões?

Não importa qual seja o segmento da empresa, ela vai sempre vender algo à alguém, independentemente se é um produto ou serviço. Por isso, é crucial conhecer todas as etapas e processos de venda para conseguir o sucesso dentro do setor em que atua.

Vale destacar que quando falamos de vendas, não se trata apenas da troca entre cliente e vendedor, e sim todo o processo que leva até a finalização da compra. Conheça todos os tipos de vendas, dicas e outras estratégias que ajudarão sua empresa de forma efetiva.

Principais tipos de vendas

Existem algumas modalidades de vendas, as mais comuns no mercado são as diretas, as consignadas e as corporativas. Cada uma delas é voltada para tipos de negócios diferentes, com públicos-alvo específicos, por isso, é necessário compreender suas características e entender qual é a ideal para o seu negócio.

Vendas consignadas

Esse tipo de venda é mais comum entre varejistas e distribuidores. É a parceria entre um estabelecimento que realiza as vendas e seu fornecedor, com vantagens e acordos que sejam positivos para ambas as partes. Empresas que tenham um estoque pequeno
podem e devem ser beneficiar de vendas consolidadas com outras companhias.
Já que o fornecedor assume o risco de arcar com as despesas e eventuais devoluções caso os produtos não sejam vendidos, o vendedor tem uma opção segura na negociação. Além disso, essa transação também pode ser feita entre lojas e pessoas físicas, neste caso o vendedor assume as vendas e caso o pagamento não seja feito no prazo acordado, o produto é devolvido ao fornecedor.

Vendas diretas

São as vendas clássicas, basicamente consiste no contato entre o vendedor e o consumidor. As empresas estudam as oportunidades de acordo com seu público-alvo e seus problemas a serem resolvidos. Esse tipo de venda, oferece um atendimento personalizado e próximo, sempre de acordo com o tipo de produto ou serviço oferecido. Dentro das vendas diretas, temos alguns tipos diferentes. Algumas delas são:

  • Porta em porta: é a situação em que o vendedor literalmente vai até a localização do cliente para fazer a venda; 
  • Catálogos: que é o caso em que o vendedor deixa um revista ou catálogo com descrições, imagens e preços dos produtos, que o cliente vai selecionar quais deseja comprar;  
  • Lojas físicas: local onde o cliente se dirige para conhecer mais informações sobre o produto oferecido, e é atendido por um vendedor preparado.
  • E-commerce: são as vendas feitas através de um comércio virtual por meio de um equipamento eletrônico, como smartphones ou computadores.

Vendas corporativas

Diferente dos casos anteriores, esse tipo de venda é focado 100% em B2B. Neste caso, as vendas são mais racionais, pois são analisada com mais cautela, e baseadas em argumentos concisos. Vendas corporativas são geralmente feitas através de contratos de longos períodos, transações de alto valores e precisam de um processo de vendas mais complexo, que pode durar um tempo consideravelmente acima das vendas comuns. 

O ideal é criar um bom relacionamento com o público a ser conquistado, levando o lead à finalização da compra e, principalmente, à fidelização – o que garante parcerias duradouras. Nas vendas corporativas, é crucial apresentar argumentos e ter embasamento para efetivar a contratação de produtos ou serviços. Por isso a apresentação de resultados após a venda é importante para destacar as vantagens de manter a parceria.

Dicas de como vender mais

Técnicas e planejamentos são fundamentais para um bom desempenho de estratégias de vendas, marketing e no geral.

Estude seu público-alvo

Todas as informações possíveis sobre o público-alvo são de grande importância para aumentar as chances de sucesso. Saber o comportamento do potencial cliente, e informações como idade, classe social, gênero, estado civil, entre outros é fundamental para que a empresa ofereça o produto ou serviço que atendam a necessidades do usuário.

Tenha uma boa relação com seus consumidores

Além de buscar conquistar novos compradores sempre que possível, é indispensável manter um bom relacionamento com os clientes que já conhecem a empresa. Assim, a marca adquire uma boa reputação e relevância no mercado que está inserida. Além disso,  manter os clientes já conquistados ajuda a empresa na conquista de consumidores em potencial. Isso pode ser feito através de um bom pós-venda, atendimento personalizado e estratégias de remarketing.

Faça mensuração e análises 

A realização da mensuração das métricas pode auxiliar no entendimento do desempenho de uma campanha. Acompanhar os resultados obtidos ajudam no direcionamento das estratégias, e caso necessário, que ajustes sejam feitos. Quando uma estratégia de venda apresenta resultados positivos, gera o embasamento para elaboração de outras metas.

O que é o ciclo de vendas?

Primeiramente, ele é o tempo médio que um produto ou serviço leva para ser adquirido. Ele inclui diversas etapas, que se iniciam no primeiro contato e vão até o pós-venda.
São etapas que consideram os hábitos e desejos do público-alvo durante o planejamento, e garante uma boa experiência de compra, tornando os processos mais efetivos. Além disso, o cliente pode encerrar a negociação quando quiser, simplesmente por não estar satisfeito com algo. Por isso, é crucial estudar o ciclo de vendas com todas as suas fases, para diminuir as chances de que isso aconteça.

Quais são as etapas?

Independemente de qual seja o segmento, o ciclo de vendas precisa passar por algumas etapas para aumentar as chances de sucesso. Conheça abaixo algumas etapas:

  • Prospecção: Encontrar clientes em potencial é a primeira fase;
  • Primeiro contato: Pode ser feito por mensagens SMS, ligação, mensagem direta ou e-mail;
  • Qualificação: Etapa onde é feita a separação entre os leads que tem potencial e os que podem ser descartados, que são aqueles que não apresentam real interesse em fechar negócio;
  • Apresentação: Momento em que o cliente é apresentado ao produto ou serviço;
  • Negociação: Quando a proposta é enviada para cliente para que seja feita a análise e o vendedor aguarda um retorno;
  • Fechamento: Efetivação da compra e formalização da venda;
  • Pós-venda: Quando a empresa busca manter a satisfação do cliente após a conversão.

A elaboração do ciclo de vendas

Após a definição das etapas, é o momento de elaborá-las, a fim de entender e estudar o que vai ser feito em cada uma delas. Construção dos objetivos e metas são cruciais para um bom planejamento do ciclo de vendas. Além disso, todo o processo de compra e hábitos do cliente são vitais, por isso é importante conhecer detalhes como: quando o cliente compra; quem o influencia no processo; como a pesquisa pelo produto ou serviço é feito; horários em que utiliza redes e dispositivos de busca; pontos importantes, entre outros. Quanto mais completas forem as informações, mais fácil será o processo de elaboração e abordagem. 

Além de todos os processos e dicas de estratégias que citamos, é necessário contar com ferramentas que auxiliem a empresa durante o processo de vendas. Uma boa parceria pode gerar o aumento nas conversões e trazer ótimos resultados. Por isso, sua marca pode contar com a TWW para bater as metas e alavancar as vendas. São anos no mercado, sempre orientando e auxiliando empresas dos mais diversos segmentos. Profissionais experientes em estratégias efetivas com SMS, chatbot, voicebot ou o que mais sua empresa precisar para entregar uma ótima comunicação com seu consumidor.  Fale com nossos especialistas e saiba como melhorar seus resultados.

Foco nas conversões: Como utilizar o SMS para vendas?

A sigla SMS significa Short Message Service que, traduzido para o português, corresponde a Serviço de Mensagens Curtas. Basicamente, é o envio de mensagens de texto com poucos caracteres para celulares. Ele é bastante utilizado por empresas, seja para envio de descontos, promoções ou para serviços mais específicos, como envio de orçamento, agendamento de consultas, entre outros. 
Pretende aumentar suas conversões tanto online quanto offline? O SMS pode ser a estratégia ideal para isso. Ele oferece uma taxa de leitura de 98% e na maioria dos casos, o cliente lê o conteúdo em até 3 minutos. Por isso ele é considerado uma ótima ferramenta no momento de realizar estratégias de marketing. Quer saber mais dicas e estratégias de como utilizar o SMS para vendas em suas campanhas? Confira no conteúdo abaixo:

Vantagens dos SMS para vendas

O SMS oferece diversas vantagens dentro das estratégias de marketing. Conheça algumas delas com foco nas conversões.

Taxas que podem ser mensuradas

Conforme falamos acima, o SMS apresenta uma taxa de leitura extremamente alta, de 98%. O que é uma grande diferença se comparada a outros serviços, como o e-mail marketing por exemplo, que tem sua taxa em 22%. Outra métrica importante no SMS para vendas é a taxa de conversão, que identifica as ações que são tomadas pelo usuário a partir do momento que ele recebe o SMS, e pode ser analisada através do link presente na mensagem ou códigos de desconto. 

Realize pesquisas para personalização de perfil

Caso o usuário permita, a empresa pode obter dados valiosos sobre seus potenciais clientes durante o processo de compra, os conhecidos Leads. Outro método para criar um perfil de consumidor são as pesquisas de satisfação. Com elas, a empresa consegue reunir informações sobre as necessidades dos clientes, o que eles buscam e qual é o perfil de comportamento deles. Para isso, o SMS pode ser utilizado na realização de pesquisas e atualização de informações, ou seja, a empresa oferece conteúdos semelhantes ao que o usuário já demonstrou interesse. Após isso, analisa como essa pessoa reage sobre isso, se o comportamento ou a preferência mudou e quais são os fatores decisivos para a compra. Ou então, a marca pode enviar perguntas para seus usuários sobre produtos, serviços, hábitos de compra, preferências, e tudo mais que o cliente desejar passar.

Resultados em curto prazo

Como o envio e o recebimento de SMS são muito rápidos, é possível analisar os efeitos dessa ação já no mesmo dia do disparo. Dessa forma, é fácil de estudar os resultados obtidos e as taxas alcançadas. Quando falamos de SMS para vendas, ele é bastante usado em estratégias de marketing para datas de destaque no mercado (como black friday) ou ofertas relâmpago, pois podem aumentar o senso de oportunidade do cliente. 

Como aumentar as conversões com o SMS para vendas?

Já vimos que o SMS é uma ótima ferramenta no momento de elaborar uma estratégia de marketing, mas como utilizá-lo para aumentar as conversões, sejam elas on ou offline? Conheça algumas dicas que podem ajudar sua marca a alavancar as vendas.

Seja objetivo e atrativo

Já que o SMS tem um limite de caracteres por mensagem, é crucial ser claro e objetivo no que você pretende oferecer ao usuário, sem esquecer de despertar a curiosidade. Ou seja, é importante elaborar conteúdos criativos, que sejam semelhantes ao perfil desse consumidor, mas que, ao mesmo tempo, o incentive a buscar o restante da informação, seja através do clique em um link, uma resposta no próprio SMS ou o uso do cupom em um aplicativo.

Divulgação de links

O link na mensagem de SMS pode direcionar o usuário diretamente para a página de compra, uma página de promoções (com descontos e frete grátis, por exemplo) ou ainda de um produto específico. Caso as vendas sejam nas lojas físicas, o SMS pode direcionar para um post em alguma rede social que informe data e local das promoções que serão oferecidas.

Se atente às datas comerciais

Datas comemorativas são ocasiões em que as pessoas estão mais propensas a realizar conversões, por isso é uma estratégia inteligente para empresas. É crucial estudar o perfil do cliente e como cada ação pode impacta-lo, além de garantir que a promoção oferecida no SMS para vendas seja adequada ao produto ou serviço oferecido pela marca. Assim, a estratégia não corre o risco de parecer forçada ou destoante.

Ferramenta ideal

Ainda dentro do planejamento da estratégia com utilização do SMS para vendas, é essencial escolher a ferramenta certa para gestão. Ela deve oferecer um envio seguro e ser de fácil manuseio, oferecendo todos os dados necessários para otimizações.A plataforma da TWW conta com tudo isso e ainda oferece a consultoria de uma equipe experiente, pois está no mercado há mais de 20 anos.  Sempre aprimorando as ferramentas de comunicação e oferecendo um atendimento personalizado, já ajudou diversas empresas em estratégias de marketing, atingimento de metas de vendas e manutenção de uma relação efetiva com consumidores . Quer saber mais? Procure um de nossos consultores.

Guia: Marketing para pequenas e médias empresas

Apesar de ser um termo frequentemente utilizado, muitos ainda não sabem de fato o que é o marketing. Basicamente, é o conjunto de processos e métodos usados para criar, entregar e comunicar conteúdo de valor para usuários, clientes, e toda a sociedade. Diferente do que muitos pensam, ele não é apenas a venda de produtos ou serviços. Mas também a geração de valor da marca – não o preço, e sim o conjunto de características que definem a importância ou merecimento – e o gerenciamento da percepção do público sobre a imagem oferecida pela empresa. Ao longo desse conteúdo você vai descobrir como fazer marketing para pequenas e médias empresas

Por que é importante fazer marketing?

É a ferramenta ideal para as empresas de qualquer tamanho que buscam crescer e aumentar significativamente as vendas. O objetivo dessa estratégia em si não é apenas despertar no consumidor o desejo por algo que ele ainda não tem, mas também satisfazer as vontades de acordo com cada pessoa.  Oferecer a solução para o possível problema do usuário, ou ainda melhorar o relacionamento entre marca e cliente.

Como começar a fazer marketing?

Para começar a realizar estratégias de marketing, é necessário se atentar a alguns itens importantes, confira abaixo alguns deles:

Estudar o público-alvo

Antes de qualquer coisa, é preciso entender os hábitos do cliente, seus gostos pessoais, seus desejos, entre outras coisas, para oferecer o produto ou serviço certo no momento certo. Realizar pesquisas e estudos que indiquem a faixa etária do seu público, a renda e onde estão localizados, irá orientar a empresa no momento do planejamento.

Reunir informações sobre a empresa

É crucial conhecer sua marca por inteiro, de dentro para fora. Informações como verba, posicionamento e características do mercado em que está inserida devem ser utilizadas a favor da própria empresa. Além disso, é importante organizar esses dados em um briefing, que servirá como base na hora de começar os planejamento das estratégias.

Estudar os concorrentes 

Além de estudar o seu público, é importante analisar também os concorrentes. A marca deve definir quem são eles, se são indiretos ou diretos, como se comportam, quais são as estratégias de marketing, e todos os demais fatores que a empresa julgar importante.

Criar estratégias 

Após a fase de analisar as informações gerais sobre a empresa, público-alvo e concorrentes, passa-se para o processo de criar as estratégias que serão utilizadas nas campanhas de marketing. Para isso, algumas etapas deverão ser seguidas:

1) Escolha os canais de veiculação

Analisar onde o público-alvo está inserido, vai orientar no momento de definir quais serão os canais utilizados para a realização das ações, se serão offline ou online. Por isso, é crucial saber as características de cada canal, para que assim a marca entregue o conteúdo certo, no canal correto, no horário com melhor desempenho. 
Canais que podem ser utilizados:

  • Redes sociais (Instagram, Facebook, etc)
  • Sites de busca (Google, Bing, etc)
  • Blogs
  • SMS
  • Serviços de Streaming

Saiba mais informações sobre cada um deles abaixo.

2) Estabeleça o tom de voz que será utilizado

O tom de voz dentro do marketing significa como a marca vai interagir com seu público, de acordo com a personalidade da própria empresa. Se ela vai se posicionar de forma jovem, divertida, ou mais formal, se vai ser mais direta, entre outros. Para isso, é necessário definir como a empresa quer ser vista pelos consumidores, e trabalhar a comunicação em cima disso. 

3) Detalhe quais serão os objetivos

Conforme já citado antes, o marketing pode ser utilizado de vários modos e para os mais diversos objetivos. Então antes de definir quais serão as estratégias adotadas, é crucial definir quais serão objetivos que deverão ser atingidos com o marketing. Uma boa dica para ajudar nesse momento, é identificar quais são os problemas enfrentados pela empresa (por exemplo: ser pouco lembrada) e definir os objetivos de acordo com essas dificuldades (uma meta adequada para o exemplo acima seria melhorar a lembrança de marca perante os consumidores). Uma campanha pode ter um propósito central e outros mais amplos, que poderão contribuir com o objetivo principal.

Preocupe-se com a experiência do cliente

Se a sua marca for utilizar canais digitais nas estratégias de marketing, é necessário oferecer uma plataforma de qualidade, seja o aplicativo, site ou o chatbot, no atendimento ao cliente. Quando o usuário for direcionado para onde a empresa deseja, ele não deve enfrentar problemas de carregamento ou formatação. E sim, uma navegação prática e fácil, assim como o atendimento oferecido deve ser eficaz e rápido. Caso a empresa conte com lojas físicas,  essa experiência do cliente dentro do espaço também deve ser pensado, oferecendo fácil visualização e movimentação pela loja.

Saiba tudo sobre os canais

Citamos acima alguns canais que podem ser utilizados nas ações estratégicas, saiba mais informações sobre eles.

Considere Social Media como estratégia 

Caso a empresa ainda não esteja inserida nas redes sociais, é importante criar contas e fazer uso do social media. Essa estratégia é indicada para todos os tamanhos de empresa, mesmo que pequenas e médias, pois se bem realizada, gera altos níveis de engajamento por parte dos usuários. Uma marca que interage com seus consumidores e cativa seu público, pode ter sua lembrança de marca aumentada, pois se está na boca do povo, se torna popular. 

Quando pensamos em pequenas e médias empresas, o social media é ótimo, pois as ações podem ser trabalhadas de forma orgânica, e se o conteúdo for criado de forma interna, mesmo com investimento, ainda assim pode sair mais econômico, já que o conteúdo é feito dentro da empresa e a mesma que escolherá o valor a ser investido. No início, a marca pode experimentar, fazer testes com diferentes formatos e tipos de conteúdo, para entender o que o público prefere, e ajustar as campanhas oferecendo o conteúdo certo para o público correto.

Adote o e-mail marketing

Ao contrário do que muitos podem pensar, o e-mail ainda está vivo, e apresentando ótimos resultados. Segundo pesquisas, 92% das pessoas ainda utilizam o e-mail diariamente, e com os avanços da tecnologia e dos processos de automação, este canal consegue ser um dos melhores para a  entrega do conteúdo ideal ao público certo. Dentro do marketing, o e-mail é uma estratégia que se baseia no disparo de e-mails para um público pré-determinado, que pode ser descendente de uma base de leads já coletados pela empresa. 

Uso de SMS

O SMS é um dos canais mais efetivos de comunicação. Estudos revelam que o SMS é aberto em até 3 minutos após o seu recebimento, e ainda apresenta uma taxa de entrega de 98%. Ou seja, as chances de visibilidade e alcance se tornam bastante altas, e por isso, muitas empresas já incluem esse canal em suas estratégias de marketing. Além disso, o SMS é versátil, pode ser utilizado para envio de descontos, links de sites, cupons, orçamentos, e até atendimento ao cliente. Seu uso deve ser definido de acordo com os objetivos da empresa.

Mensuração: o caminho para o sucesso

Em todos os canais e métodos citados acima, é importante mensurar os resultados obtidos para conseguir realizar uma análise profunda, e entender os pontos positivos e negativos de uma campanha. As métricas a serem analisadas vão depender dos canais que forem utilizados, por exemplo, em social media, medimos taxas de engajamento e no SMS analisamos a taxa de leitura. Tendo conhecimento completo sobre as informações, a marca pode ajustar a campanha a fim de melhorar os itens que não estão tendo um bom desempenho, e aprimorar ainda mais os que já apresentam resultados satisfatórios.

Parceiro certo para uma comunicação efetiva

Em todos os itens citados, uma coisa é crucial: oferecer comunicação efetiva. Ou seja, em todos os canais, é preciso oferecer um conteúdo atrativo, para o público certo, da maneira correta e no tempo ideal. A TWW  possui anos de experiência, sempre auxiliando as empresas dos mais diversos tamanhos a atingir seus objetivos de marketing e comunicação. Seja por meio de chatbot, voicebot, flash ou SMS, é a ferramenta ideal para otimizar os resultados de uma campanha de marketing. Conta com profissionais preparados para oferecer ajuda e acompanhamento sempre que for necessário. Entre em contato e saiba mais informações.

Como o marketing digital pode ajudar no offline

O marketing digital pode ajudar diferentes tipos de empresas, com as mais diversas modalidades e segmentos. A jornada do cliente se tornou mais complexa nos últimos anos, já que os usuários buscam mais informações na internet sobre um produto ou serviço, antes de comprá-lo. Além disso, as pessoas estão cada vez mais conectadas, sendo assim, essa busca por informações é mais rápida e acessível.

Oferecendo bons resultados, o marketing digital é uma crescente dentro das estratégias escolhidas pelas marcas. Já que oferece uma segmentação mais exata, que permite falar com o público certo, na hora certa. Ele pode, inclusive, ajudar a alavancar o resultado de ações offline e da sua loja física, não ficando restrito ao e-commerce.  Saiba como as estratégias de marketing digital e offline podem estar alinhadas para otimizar resultados.

Como utilizar o marketing digital para resultados offline?

O marketing digital funciona muito bem para serviços e produtos que são normalmente vendidos no offline, se utilizado de maneira correta. Conheça alguns exemplos onde essa união de canais, pode funcionar.

Compras complexas

Essa estratégia ajuda a divulgar produtos e serviços que oferecem vendas complexas, ou seja, onde o usuário pesquisa as informações previamente antes de efetivar a compra física. Por exemplo, a compra de um carro, que é considerado um produto que exige alto envolvimento do usuário e uma jornada de compra complexa. Como o blog por exemplo, que ajuda o cliente a caminhar nesse processo, com as informações e conteúdos certos.

O marketing digital pode ajudar a marca a reforçar a ideia de compra para esse usuário através , destacar as vantagens, condições de pagamento, entre outras informações. Dessa forma, o cliente consegue verificar as informações de maneira prática e fácil, e quando optar pela compra, basta se dirigir ao local, já em busca do que deseja. 

Participação em feiras e eventos

Caso a marca realize um evento ou participe de stands em feiras, sua divulgação pode ser feita por meio de marketing digital. A criação de páginas específicas sobre o evento, que possam capturar possíveis Leads. E posteriormente a realização de fluxos de automação para esses leads com e-mails atrativos são boas opções para criar e manter um bom relacionamento com os usuários. 

Além disso, neste caso o caminho também pode ser o contrário, onde a empresa pode capturar o lead no evento, e trabalhar ele posteriormente através do marketing digital. Sendo assim, essa estratégia serve para a divulgação de informações sobre o evento em si, e também para nutrir uma boa relação com os participantes ou interessados.

Lojas físicas e pontos de venda

Muitas empresas usam os canais digitais para levar clientes para suas lojas físicas, além de engajar e interagir com aqueles usuários que já consomem a loja, mas podem ser instigados por campanhas online. Neste caso, o marketing digital pode ajudar, utilizando canais online como redes sociais por exemplo, para oferecer descontos exclusivos para quem comprar de forma presencial, ou outras vantagens dentro do ponto de venda. Assim, a marca interage com seu público e o redireciona para a loja física. Ou então, a empresa pode enviar e-mails marketing com novidades nos produtos, preços, e condições imperdíveis que despertem a atenção desse consumidor, e possivelmente, o leve à loja.

Como unir o marketing digital com o offline?

Essa junção é a maneira mais eficiente de abranger um maior número de pessoas ou de reforçar uma comunicação. Para isso, o planejamento deve ser feito com informações de todos os canais pretendidos. Além de quais são os melhores formatos, horários e tudo mais que puder ajudar na execução da estratégia. Do mesmo modo que o marketing digital pode gerar resultados no offline conforme vimos acima, o ciclo também pode ser feito da forma inversa. Ou seja, comerciais de tv, ou mídia impressa podem apresentar um QR Code que direciona esse usuário para um site ou aplicativo. De qualquer jeito, para uma campanha obter resultados positivos, seja ela integrada ou não, ela precisa, ser planejada, e estudada, para que os canais se conversem com a mesmo conteúdo oferecido, e que possa vir a levar ao objetivo principal. 

Ainda dentro do planejamento das ações, é crucial estabelecer os canais que irão divulgar o conteúdo gerado pela empresa, analisando todas as etapas desse processo. Para isso, é importante contar sempre com as melhores ferramentas. Caso sua empresa esteja planejando fazer a junção de uma campanha ou criar uma estratégia de marketing digital que leve para o offline, ela pode contar com a TWW. São anos de experiência no mercado, sempre auxiliando as empresas na sua relação com os consumidores, e ajudando a atingir os objetivos. Seja para envios pontuais de SMS ou construção de chatbot e voicebot, temos a ferramenta e a consultoria ideal para o seu negócio. Entre em contato com nossos consultores para mais informações.

Como migrar do offline para o online

Todas as empresas devem estar atentas a tendências e possíveis mudanças no mercado. Uma das principais qualidades de uma marca é a capacidade que ela tem de se adaptar e criar estratégias para se manter atualizada e ativa em seu segmento. Nos últimos anos, muitas empresas migraram para os serviços online, criando campanhas e estratégias em multicanais.

Segundo pesquisas, 69,8% dos brasileiros têm acesso à internet, dessa forma, estando conectados durante boa parte de seu tempo, e estando suscetíveis a serem impactados por estratégias de marketing online e efetivamente efetuarem compras através de e-commerce. Agora que as pessoas estão em casa, é mais importante ainda repensar na comunicação, no atendimento e nas vendas pela internet. Conheça informações importantes que uma empresa deve se atentar ao migrar do offline para o online.

Omnichannel

O termo omnichannel significa o conteúdo multicanal ou seja, a presença da marca em diversos locais, como lojas físicas e virtuais, aplicativos, redes sociais e serviços de SMS. Omnichannel é uma questão estratégica de mercado e também uma característica essencial de empresas que buscam melhorar a experiência do cliente. Por isso, é importante entender o seu público-alvo e os canais que ele utiliza. Assim, é possível compreender como começar a sua atuação no online, para onde devem ir os seus esforços.

Como fazer a migração do offline para o online

Existem alguns serviços e produtos que são considerados do universo offline, por exemplo, comprar piscinas, colchões ou até mesmo cortinas, porém, a venda desses itens também pode ser adaptada para o online. Oferecendo opções em canais digitais, a empresa conhece os hábitos dos clientes, oferece canais de atendimento para suporte, agendamento de serviços, orçamento, entre outros. Confira a seguir os principais pontos que a empresa deve se atentar para obter sucesso.

Conheça os hábitos de seus clientes

Além de conhecer dados demográficos de seus clientes, como faixa etária e gênero, é importante entender o comportamento e os hábitos de compra. Saber como e quando seu público utiliza as plataformas ajuda a atingi-lo de maneira mais eficaz. Por exemplo, no trajeto para o trabalho ele utiliza redes sociais? Acessa sites de notícias pela manhã? É importante saber se o consumidor costuma fazer compras pela internet, ou buscar mais informações sobre uma marca nos canais digitais.

Crie um plano de marketing

Depois de estudar o comportamento de seu cliente, é importante organizar as informações e traçar um planejamento de estratégias. Ter conhecimento sobre essas informações ajudam a criar campanhas que vão do offline para o online, e oferecer um conteúdo relevante e que esteja conjunto com o momento atual do cliente. Dessa forma, oferecendo maior chance desse usuário ser impactado.

Adapte-se à jornada de compra

Quando tratamos de vendas offline, é importante oferecer um bom atendimento, entender o que o cliente procura e o oferecer o produto ou serviço ideal para ele, entre outros fatores. Esse passos contribuem para a finalização da venda e possível fidelização do cliente com a marca. No online, não é muito diferente, porém essas ações devem ser feitas com mais cautela e estudo.

Se a marca está migrando do offline para o online, em suas campanhas de marketing, a empresa deve oferecer conteúdos relevantes para o estágio da jornada de compra que o cliente está. Seja na fase de problema, onde ele busca um produto ou serviço que ofereça a solução, ou então no momento de conversão, quando o consumidor decide finalizar a compra. Definir os públicos em seu funil de vendas, é fundamental para que a marca atinja e prospecte os clientes no momento certo.

Ofereça um bom atendimento

Assim como na loja física, o cliente espera um atendimento rápido, a diferença em relação ao online, é que ele espera isso a todo momento, já que as compras podem ser feitas 24 horas por dias, então com a migração para o online, é importante olhar para uma comunicação automatizada como chatbots, para garantir agilidade num bom atendimento.

Entenda os canais

Existem diversos canais disponíveis, por isso é preciso se atentar a algumas informações para entender em quais meios sua empresa deve estar, e de que maneira executar ações de marketing e atendimento que gerem um bom resultado. Conhecer os canais, ajuda a empresa a entender as características e públicos de cada um, e saber qual faz sentido com sua campanha e seus público- alvo. Saber onde seu público está, é metade de processo, e saber como atingi-lo é a outra parte. É necessário entender qual canal é mais compatível com os produtos ou serviços oferecidos, e o posicionamento da empresa. pode ser um aplicativo, um site, página nas redes sociais ou envio de SMS. 

Porque fazer a mudança?

Quais são as vantagens de fazer a migração do offline para o online e porque a empresa deve fazê-la.

Melhore o relacionamento com seus clientes

Óbvio que o contato físico não tem igual, mas os canais digitais oferecem agilidade e atendimento a qualquer horário, o que não é possível em uma loja física. A marca precisa definir seu tom de voz e posicionamento nas redes sociais, que esteja de acordo com o perfil da empresa e a imagem que ela busca repassar à seus consumidores.

Tirar dúvidas, resolver problemas, entre outras ações do atendimento ao cliente pode ser feito pelos meios digitais, e a rápida resolução, contribui para uma boa reputação. Marcas ativas nas redes sociais conseguem um bom engajamento de seu público, e possivelmente, uma conversão ou fidelização deste usuário.

Concorrência

Praticamente todas as empresas estão fazendo a migração do offline para o online, sejam elas pequenas, médias ou grandes. Por isso, é importante fazer essa mudança, e estar posicionado perante seus concorrentes. Nos meios digitais, a concorrência é maior e de forma mais direta, então criar estratégias atrativas e que destaquem a marca dos demais.

Campanhas de SMS

Um bom canal para uma campanha de marketing digital, é o SMS. As mensagens enviadas podem enviar links que levam para sites, download de aplicativos ou páginas em redes sociais. A estratégia de SMS pode consistir em enviar conteúdos atrativos, descontos, e outras informações, vai depender de acordo com objetivo pretendido. 

Para criar uma boa campanha de SMS, é importante contar com uma ferramenta adequada para ajudar na elaboração da estratégia e oferecer todo o suporte necessário. A TWW conta com anos de experiência no mercado e um equipe preparada para ajudar a sua marca à atingir seus objetivos. Entre em contato com um de nossos consultores.

WhatsApp Business API: Entenda as vantagens

Você sabia que o WhatsApp é a terceira rede social mais utilizada do mundo inteiro? Com cerca de 1,3 bilhões de usuários ativos por mês, sendo 120 milhões somente no Brasil, ele aproxima as pessoas por meio da troca de mensagens pessoais e consequentemente, profissionais. 

Para o contato entre empresa e clientes, foi criado o Whatsapp Business, que é o aplicativo de mensagens com foco em atendimento ao cliente, onde é possível criar opções de respostas automáticas, definir horário de funcionamento e outras funções para atender o usuário da maneira adequada.  

Se bem utilizado, pode se tornar uma ótima estratégia para conquistar um relacionamento próximo com o cliente, já que permite  atendimento fácil e confortável – uma vez que ocorre em um aplicativo de uso diário. Para garantir sucesso com essa ferramenta, vale contratar uma WhatsApp Business API. Você conhece esse serviço? Confira ao longo do conteúdo as vantagens dessa interface. 

O que é WhatsApp BusinessAPI e como funciona

Existem ferramentas que ajudam as campanhas de mensagens a serem mais efetivas, como é o caso da API do WhatsApp. API, de forma traduzida, significa Interface de Programação de Aplicativos, ou seja, é um conjunto de comandos, funções e protocolos que servem para integrar sistemas e gerar uma segurança e facilidade dos dados.

A WhatsApp Business API, especialmente, é uma interface que garante a segurança dos dados e auxilia no envio de conteúdos. Ela permite a conquista de um perfil verificado pelo Facebook e ainda permite a integração a diversas plataformas de chatbot e marketing.

Quais são as vantagens

Há diversas maneiras de realizar o WhatsApp Business API sempre focando em melhorar a experiência de atendimento do cliente final.  Conheça as vantagens desse canal e entenda de que maneira essa ferramenta pode ser útil para a estratégia de vendas da sua empresa.

Perfil empresarial

Diferente dos perfis comuns de usuários, sua empresa pode inserir diversas informações importantes para que seu cliente entre em contato com seu negócio, como endereço, e-mail, site, horário de funcionamento e outras maneiras de atendimento. Verifique as informações preenchidas para que seus atuais e potenciais clientes, não tenham dificuldades em contatá-lo.

Perfil verificado

Outra vantagem, é o perfil verificado pelo Facebook, dessa forma, evita-se golpes. Pois os usuários terão mais confiança no momento de interagir com o perfil da empresa no WhatsApp, melhorando assim a relação entre marca e cliente. Os usuários terão mais segurança no momento de informar dados pessoais, e receber informações durante o atendimento da empresa. Além disso, essa verificação faz com que a empresa se destaque de seus concorrentes, e ressalte sua importância no mercado. 

Construção de Chatbots

Os chatbots já fazem parte da estratégia de diversas empresas, pois essa tecnologia oferece praticidade, funcionalidade e mensuração de dados. A utilização do WhatsApp Business API permite a integração a chatbots e entre suas vantagens, existe o atendimento do cliente em qualquer hora do dia, de maneira imediata. Essa facilidade auxilia na resolução de problemas e gera uma boa imagem da empresa perante seus clientes. A marca pode construir o fluxo de chatbot de acordo com seus objetivos, e ajustá-lo sempre que necessário.

O WhatsApp Business API se bem programado e configurado, pode trazer ótimos resultados para sua empresa, e melhorar significativamente a relação entre marca e cliente. 

Seja para criação de chatbots ou implantação do WhatsApp Bussiness API, é importante contar com uma ferramenta de qualidade, e que o auxilie quando necessário. A TWW têm mais de 23 anos de experiência em aprimoramento de ferramentas de comunicação, com uma equipe capacitada para entender o seu negócio e sugerir as ferramentas que podem oferecer o melhor resultado. A TWW está preparada para atender suas necessidades em comunicação. Fale com nossos especialistas.

Estratégia de Marketing: Conheça os influenciadores digitais

Há alguns anos, surgiu uma onda na comunicação na internet que se tornou uma profissão: os influenciadores digitais. São pessoas comuns que possuem familiaridade com algum assunto, ou um especialista, que oferece conteúdo gratuito à seus seguidores.
Esse criador de conteúdo desenvolve uma relação de proximidade com o público que o assiste e acompanha, quase uma relação de amizade. Devido à isso, as pessoas que consomem esses conteúdo, criam confiança na pessoa que está do outro lado da tela e nas informações passadas. Já que esses influenciadores conquistam uma relação próxima ao seu público, esse tipo de comunicação tem se tornado uma estratégia de marketing bastante eficiente e tem sido escolhida por diversas empresas em todo o mundo.

Confira nesse conteúdo de que maneira os influenciadores digitais podem ajudar na sua estratégia de marketing e na maneira como sua marca é vista pelo público.

O que são influenciadores digitais?

São criadores de conteúdo que utilizam canais online para gerar influência nos comportamentos, opiniões e hábitos das pessoas que os consomem. Pesquisas revelam que 82% das pessoas conhecem o termo influenciador digital, um número maior do que nos anos anteriores, o que reforça a ideia de que o termo, e consequentemente a profissão, estão se tornando mais conhecidos pelo público.

Por que usar utilizá-los em sua estratégia de marketing?

Já que esses criadores de conteúdo possuem uma relação com seu público, podem influenciar a maneira como uma marca é vista por seus consumidores. Sua audiência é ativa, engajada, interativa e disposta a disseminar a informação em suas próprias redes. Ou seja, é como se o influenciador aconselhasse o usuário, e não estivesse fazendo a propaganda de um produto ou serviço.

Como realizar uma campanha efetiva?

Antes de qualquer coisa, é importante entender quais influenciadores fazem parte do mesmo segmento que sua empresa, ou seja, que ofereça conteúdo semelhante ao produto ou serviço oferecido pela sua marca. Outro ítem importante é o planejamento. Entender como esse público se comporta nas redes sociais, quais os melhores dias e horários para postagem, e de que maneira essa parceria deve ser feita, de forma que não desagrade os seguidores do influencer e sim, os cative.

Defina o objetivo antes de elaborar sua estratégia de marketing 

É importante escolher o influencer certo, mas principalmente, é indispensável definir qual o objetivo da campanha. Se é gerar mais vendas, engajamento, leads ou outros objetivos. Entender qual é o foco, ajuda a desenvolver a estratégia e escolher o criador de conteúdo mais adequado para aquela ação em específico.

Como os influenciadores ajudam nos momentos de crise

No momento atual onde o isolamento social é necessário, as pessoas consomem mais conteúdo na internet. Para suprir essa necessidade, os criadores de conteúdo elaboraram novas maneiras de oferecer entretenimento para os usuários, com lives ou outros formatos de vídeo, ou até mesmo o aumento na quantidade de conteúdo. Já é possível notar um aumento no engajamento por parte do público nos perfis desses influencers e também nas páginas das marcas. 

É necessário desenvolver um projeto onde se considere todas as opções, e entenda os processos e etapas que uma estratégia de marketing exige, dessa forma as chances de sucesso tendem a aumentar consideravelmente. Quer mais dicas e informações sobre campanhas? Entre em contato conosco pelos nossos canais: (11) 3444-5010, e-mail comercial@tww.com.br ou acesse nosso site.