fbpx
Tag

marketing

Browsing

Campanha de SMS eficiente: o que é necessário fazer?

A realização de uma campanha de SMS pode render resultados significativos para a sua empresa, isso é possível em razão das múltiplas funcionalidades e possibilidades que a ferramenta oferece com custo acessível.

Alavancar vendas, monitorar pedidos de consumidores, promover novos produtos e serviços, enviar lembretes, informações, fazer pesquisas de satisfação no pós-venda e dialogar com o cliente são alguns recursos que podem compor uma campanha de SMS.

Mas, afinal, como desenvolver um mobile marketing eficiente e que resulte em benefícios? É o que propomos responder ao longo deste artigo. Ficou curioso? Acompanhe os tópicos a seguir e descubra como criar SMS!

Dados sobre o uso do celular no Brasil

Há quem diga que a mensagem de texto enviada para o telefone celular está ultrapassada e superada. Ao analisarmos alguns números, contudo, é possível verificar que tal sentença é equivocada, não reflete a realidade e não passa de mera suposição.

O Brasil, de acordo com dados divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), terminou o mês de outubro de 2018 com 233 milhões de linhas móveis.

Nessa perspectiva, conforme confirma um estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV), o país tem, hoje, mais de um smartphone por habitante.

Potencialidades da campanha de SMS

Tais dados revelam que o uso do celular vem crescendo no país e a tendência é que aumente cada vez mais. Além disso, como o dispositivo móvel está sempre na mão ou no bolso das pessoas, a taxa de abertura e visualização da mensagem é de 97%.

Criar SMS, portanto, pode ser a estratégia fundamental para atingir os objetivos do seu negócio.

Elas são importantes para conversão, fidelização e relacionamentos duradouros com leads e consumidores. Podem ser utilizadas para diferentes propostas, desde enviar uma mensagem de parabéns ao cliente que fez aniversário até oferecer um cupom de desconto para incentivar o consumo de determinado produto.

O SMS é democrático, pode ser entregue independentemente do modelo do celular, do sistema operacional ou, até mesmo, se o cliente está ou não conectado à Internet.

Contudo, é preciso ter cuidado e explorar os recursos de maneira estratégica e adequada. Não adianta encher a caixa de mensagem do consumidor em demasia que os efeitos serão negativos. Assim como não é viável enviar textos confusos e complexos.

Vejamos, na sequência, algumas dicas de como utilizar a campanha de SMS de maneira eficaz.

Dicas de como obter bons resultados por meio da campanha de SMS

Nossa intenção não é propor uma camisa de força sobre o uso de mensagens de texto ao criar SMS. O que pretendemos é auxiliar você nessa importante tarefa que pode, aliás, resultar em ganhos consideráveis ao seu negócio.

Tenha cautela na frequência de envios de mensagens

Já ouviu aquela velha história que o feitiço virou contra o feiticeiro? Então, resguardados os contextos, é o que ocorre quando a empresa incomoda o consumidor com inúmeras mensagens enviadas no mesmo dia.

Além de tirar o valor de cada conteúdo, a prática cria uma imagem negativa da empresa na cabeça do cliente. Nesse sentido, em vez de consumir seu produto, ele vai ficar descontente com a marca. Logo, é preciso ter cautela e usar o recurso estrategicamente.

Evite enviar mensagens fora do horário comercial

Outra ação abominável é enviar mensagem para o consumidor fora do horário comercial. Nas horas de descanso, ninguém quer ser incomodado, não é mesmo? Apesar da mensagem de texto consistir em um formato de comunicação fria — ou seja, o cliente lê se quiser e quando quiser —, é necessário pensar na qualidade dessa recepção.

A frequência ideal é de no máximo cinco torpedos por dia, no horário das 9 às 18 horas. Essa boa prática não leva em consideração os casos em que o SMS está integrado a um sistema de confirmação — como o de banco para o uso de cartão de crédito, por exemplo.

Pesquise profundamente o seu público potencial acerca de hábitos, rotina, preferências etc. Pergunte a ele o horário que prefere ser contatado via mensagem de texto e trabalhe essa comunicação de maneira estratégica e eficiente.

Capriche no texto

O texto é o principal canal de informação no SMS. Por isso, deve ser redigido com esmero e qualidade. Nada de conteúdo confuso, incoerente e com outros problemas que podem prejudicar sua interpretação. Alguns acentos não são codificados nesse tipo de sistema. Logo, a recomendação é que não se escreva com acentuação.

Quanto ao tamanho do texto, o limite é de 160 caracteres. O ideal é que a informação seja passada com objetividade, na ordem direta, sem deixar de lado a criatividade. Afinal de contas, trata-se de uma campanha cujo objetivo é conquistar, converter e fidelizar clientes, não é?

Ofereça benefícios

Essa dica se encaixa perfeitamente à oferta de produtos ou serviços. Para estimular o cliente a tomar uma ação de compra, por exemplo, a mensagem precisa ser persuasiva e, além disso, oferecer vantagens. Alguns exemplos são as promoções imperdíveis, os cupons de descontos, entre outros.

Possibilidades de uso do SMS em uma campanha de relacionamento

Ao criar SMS e colocar a campanha em prática é preciso pensar em como você quer se relacionar com seusclientes, de acordo com os objetivos de sua empresa. A seguir, apresentamos algumas soluções que podem fazer a diferença no seu negócio.

SMS corporativo

SMS corporativo da TWW é uma solução voltada para empresas de diferentes portes que desejam fortalecer sua presença de marca, aumentar leads e trabalhar bem o relacionamento com o cliente. Com funcionamento automatizado, o recurso é útil. Veja alguns exemplos:

  • informações sobre prazos e status de produtos comprados online;
  • notificações informando o uso de cartões e tokens para transações, entre outros serviços;
  • lembretes de eventos e datas importantes;
  • criação de campanhas e promoções para estimular as vendas;
  • oferta de cupons de desconto e benefícios com programas de fidelidade;
  • atualização de cadastros e pesquisas de satisfação.

Chatbot por SMS

Já o chatbot por SMS é uma ferramenta programada para criar fluxos interativos de perguntas e respostas com o cliente, estabelecendo uma comunicação dinâmica e dialogal em formato de chat.

Trata-se de uma solução que funciona a partir da tecnologia artificial. Entre os recursos desenvolvidos pela TWW podemos citar:

  • segurança — confirmar informações importantes para evitar fraudes;
  • negociações — criar fluxos de negociação de dívida com opções de parcelamento;
  • pesquisas — disparar enquetes e pesquisas de satisfação pós-venda;
  • questionários — traçar o perfil do cliente com questionários personalizados;
  • promoções — oferecer promoções e vouchers de desconto;
  • confirmações e cancelamentos — confirmar ou cancelar agendamentos de exames ou consultas.

Fonadas

Por fim, a TWW também conta com o serviço de fonadas, cuja funcionalidade é enviar mensagens de voz personalizadas para o consumidor, anunciando ou informando algo sobre a empresa.

A fonada serve de apoio principalmente por ser uma comunicação eficiente, direta e que pode atender um público que não faz uso de aparelhos celulares, como os idosos. Seguem algumas de suas possibilidades de uso:

  • enviar comunicados de aviso de vencimento e cobrança;
  • confirmar e cancelar agendamentos e serviços;
  • criar campanhas para alavancar as vendas;
  • informar sobre o prazo de uma encomenda;
  • notificar sobre datas e eventos importantes;
  • elaborar pesquisas de satisfação.

Independentemente do recurso utilizado na campanha de SMS, é indispensável que a comunicação seja interativa e permita que o cliente dê feedbacks, receba atendimento rápido e de qualidade, tenha seus desejos realizados e problemas resolvidos.

Feito isso, os resultados não poderão ser diferentes dos que anunciamos no início: atração, conversão e fidelização de leads.

Erros que devem ser evitados em uma campanha de SMS

Mandar mensagens SMS consiste em uma das maneiras mais práticas e ágeis de se fazer marketing, sem falar na vantagem do custo-benefício. Visto que as mensagens de textos permitem que a empresa se conecte com toda a base de consumidores sem necessitar produzir uma longa mensagem, gastar dinheiro e tempo em ligações telefônicas ou elaborar materiais gráficos.

Dessa forma, pela sua simplicidade, facilidade no envio e, até mesmo, pelo motivo de ser enviada apenas para pessoas que já conhecem a sua marca, se torna muito mais difícil errar ao realizar campanhas de SMS.

Mas existem ações que precisam ser evitadas no momento que você está criando sua campanha. São pequenos detalhes e, se você estiver atento a eles, pode elevar sua lucratividade em vendas e usufruir todo potencial do torpedo. Nesse sentido, confira alguns erros que precisam ser evitados ao criar SMS.

Enviar SMS para pessoas erradas

Mesmo que seja baixo, há um custo para cada mensagem de texto enviada. É por isso que o empreendedor não pode desperdiçar o dinheiro do seu negócio mandando SMS para quem não vai se interessar pelo conteúdo. Evitar isso é muito simples: divida os seus clientes em grupos, tendo como fundamento o perfil de compra.

Suponhamos que você tem uma loja de cosméticos. Nas equipes dentro do seu software de mensagens, elabore uma lista com os contatos de quem consome mais maquiagem ou itens para pele. Também é indicado dividir seu público por idade ou gênero. Desse modo, quando existir promoções nos produtos de maquiagem, por exemplo, você só enviará mensagem para quem tem interesse no assunto. Consequentemente, isso elevará o seu retorno sobre o investimento.

Não oferecer opt-out

É importante destacar que toda mensagem de SMS marketing precisa proporcionar ao usuário a possibilidade de descadastramento (opt-out). Essa atividade é primordial para criar relacionamentos duradouros, já que o objetivo de qualquer ação de SMS é fidelizar e cativar o cliente, e não aborrecê-lo.

Assim sendo, não apresentar uma política de descadastramento é um enorme erro que os investidores devem estar atentos. Nesse contexto, respeitar a vontade é uma característica que jamais pode ser negligenciada. Vários consumidores não desejam receber SMS. Então, é preciso respeitar esse desejo e estabelecer limites na relação do consumidor com a empresa.

Fazer spam

Caso você esteja enviando mensagens aos seus consumidores com uma frequência muito elevada, está mandando conteúdo irrelevante para o público-alvo ou está fazendo utilização de termos proibidos em softwares de mensagem, você pode estar fazendo spam.

Diversas das palavras bloqueadas, por exemplo, são nomes de bancos, para diminuir que usuários de sistemas de mensagens SMS efetuem fraudes. Por isso, preste atenção e priorize a experiência dos consumidores ao receberem o seu conteúdo.

 Não monitorar os resultados

Com a utilização de software de mensagens SMS, o gestor consegue ter acesso à quantidade de erros no envio das mensagens. Isso é primordial para encontrar os números falsos e errados, então tenha o hábito de acessar o sistema diariamente. Também é essencial ficar atento aos números e identificar se houve aumento nas vendas e visitas no seu estabelecimento.

Para obter resultados ainda mais eficazes, uma boa dica é perguntar aos clientes como eles souberam da sua promoção ou evento, para saber qual tipo de marketing está gerando mais retorno e qual necessita de melhorias nas conversões.

Logo depois de conseguir excluir essas atitudes erradas, as campanhas de SMS de sua organização terão muito mais potencial de se transformar em uma venda e, assim, o empreendedor conseguirá gerar muito mais lucro com essa ferramenta.

Vantagens do SMS marketing

Agora que você já sabe um pouco mais sobre os aspectos dessa estratégia comercial, é fundamental conhecer algumas vantagens de implementar o SMS marketing. Confira!

O envio da mensagem é instantâneo

Instantaneidade é um ponto muito importante para quem deseja ter consumidores engajados e sempre bem informados. Sendo assim, o SMS marketing é ideal para isso, visto que possibilita que a entrega das mensagens seja realizada em poucos segundos.

Isso é um benefício quando comparado ao e-mail marketing, pois o e-mail pode ir para a caixa de spam, dificultando a manutenção de uma boa taxa de abertura.

SMS é o canal de comunicação mais imediato

Hoje em dia, os smartphones estão presentes nas mais variadas regiões, independentemente do nível social ou porte demográfico do local. Isso significa que não existem mais limitações para o alcance de consumidores.

Desse modo, o SMS é um ótimo canal de comunicação para quem deseja crescer ainda mais a quantidade de vendas. A comunicação direta e imediata com os clientes é um dos maiores facilitadores para que a compra seja realizada.

Feedback rápido

Atualmente, o feedback se tornou imprescindível no mercado brasileiro. Esse conceito corresponde ao retorno de dados para os empresários pelos consumidores. De posse dessas informações, é possível otimizar os produtos, realinhar estratégias e transformar pontos na abordagem e prospecção de possíveis compradores.

É praticamente uma bússola que direciona o gestor a realizar as melhores decisões, as quais são baseadas em dados e fatos concretos. Os comentários recebidos também são importantes na análise geral do mercado e de novos segmentos que estão se tornando importantes.

Elevada taxa de conversão

Outro grande benefício competitivo do SMS marketing refere-se ao elevado índice de abertura desse modelo. Isso ocorre por causa das call-to-action. É um termo inglês para links que levam o usuário a realizar algumas atividades. Isso é incentivado por aquelas palavras bem conhecidas, como “saiba mais” e “acesse agora”.

A explicação para essa maior conversão está exatamente no ponto que foi dito nos itens anteriores: a simplicidade da mensagem. Isto é, por ser reduzida, mais objetiva e direta faz com que o cliente consiga um maior envolvimento e desejo por progredir na jornada de compra.

Outro ponto que merece destaque é que não existem muitos links nas mensagens de SMS marketing. Dessa maneira, as chances de desmotivar e cansar a leitura do consumidor são minimizadas. Tudo isso mostra a enorme versatilidade das campanhas desse modelo para os mais variados tipos de empreendimento.

Portanto, é possível entender as variadas oportunidades de negócio que criar SMS marketing proporciona. Vender é a finalidade de quase toda a organização. Por isso, os mais variados canais de comunicação e relacionamento necessitam ser minorados para que exista uma quantidade expressiva e crescente de comercialização.

Quer saber mais sobre como colocar essas ações em prática por meio do SMS? Entre em contato conosco, fale com um de nossos especialistas e consulte nossos serviços!

Como iniciar uma estratégia de Marketing de Conteúdo

O investimento em marketing de conteúdo tornou-se prioritário para as empresas. É compreensível, uma vez que a disputa pela atenção dos usuários na internet é cada dia mais acirrada, exigindo das marcas estratégias mais eficientes.

Para entender melhor a dimensão conquistada pela atividade, veja os dados apurados na pesquisa Content Trends:

  • na edição de 2017 do estudo, 68,5% dos entrevistados disseram investir em marketing de conteúdo. No levantamento de 2018, esse número subiu para 73%;
  • entre as empresas que não usam conteúdo em suas estratégias digitais, 61,8% afirmaram que pretendem fazer isso.

O interesse das empresas tem razão de ser: resultados! Um trabalho bem-feito nessa área gera mais visibilidade para a marca, ajuda na captação de clientes e reforça a questão da reputação.

Neste artigo, vamos detalhar melhor as vantagens obtidas com essa estratégia, além de explicar o que deve ser feito no início de um projeto desse tipo. Acompanhe!

Por que investir em marketing de conteúdo?

É difícil imaginar que uma empresa consiga explorar todo o potencial do marketing digital sem investir na produção de conteúdos próprios. Esses materiais são essenciais para que a marca se conecte com o seu público.

As publicações no blog corporativo e nas redes sociais são importantes para várias frentes de atuação das empresas, como as que listamos abaixo.

Visibilidade

No passado, para tornar o seu nome conhecido, as empresas tinham que investir alto em publicidade, usando para isso, na maioria das vezes, os canais de terceiros. Com o marketing de conteúdo, é possível otimizar a estratégia de comunicação.

A abordagem acontece de forma mais sutil, o que garante aumento no nível de retenção da mensagem.

Reputação

Ao assumir a responsabilidade de compartilhar conhecimento com seu público de interesse, a marca passa a ser reconhecida como uma autoridade naquele assunto. Isso reverte positivamente na forma como ela é percebida pelos seus públicos de interesse.

Geração de leads

Com uma presença digital mais forte, resultado da visibilidade e da reputação, a captação de leads ocorre de maneira mais natural. Isso não acontece por acaso. Uma estratégia eficiente nessa área tem como objetivo conduzir o cliente pela sua jornada de compra.

Vamos ver como isso funciona na prática no próximo tópico!

Como estruturar uma estratégia eficaz?

Para obter sucesso com o marketing de conteúdo, é preciso dedicar algum tempo e recursos para o planejamento. Ter toda a estratégia devidamente documentada faz toda a diferença, uma vez que a proposta é estabelecer uma conexão diferenciada com o público.

Listamos a seguir os tópicos que devem ser considerados na elaboração desse tipo de projeto.

Objetivos

O primeiro passo é definir os objetivos da marca no curto, médio e longo prazos. É a velha história: sem saber aonde quer chegar, como escolher os melhores caminhos?

Parece óbvio, mas vemos estratégias fracassarem justamente pela falta de atenção com essa etapa. A principal pergunta a ser respondida é: o que a marca pretende alcançar com a produção de conteúdo? Quer atrair clientes novos? Fidelizar os antigos? Tornar o seu nome mais conhecido? Aproximar-se dos clientes?

Por mais que todos esses objetivos sejam importantes, é fundamental estabelecer prioridades e trabalhar em prol delas. Lembre-se de que as metas devem ser quantificáveis e que é preciso estabelecer quais métricas serão usadas para avaliar o resultado do trabalho.

Persona

Assim como no caso dos objetivos, temos que ter um grupo de consumidores considerado prioritário. Aqui, vale uma das premissas mais antigas do marketing: quem quer falar com todo mundo não fala com ninguém.

A segmentação adequada é que vai garantir que a marca faça uma abordagem cirúrgica, como se exige nesse tipo de projeto.

A melhor maneira de fazer isso é com a criação da persona. Em linhas gerais, trata-se de um personagem semifictício que será a voz do consumidor dentro da empresa.

Na sua construção, usamos as informações básicas sobre o público-alvo, mas temos que ir além, definindo suas principais características. Ela deve ter nome, idade, profissão, rotina diária e até um perfil psicológico.

Canais

Objetivos definidos e foco estabelecido, é o momento de determinar quais canais serão utilizados para a publicação dos conteúdos.

É difícil ser taxativo sobre o que funciona sem conhecer as especificidades da empresa, porém, é fato que os blogs corporativos são a base para uma estratégia eficaz.

O mais indicado é que o blog faça parte do site da organização. Dependendo da situação, também é possível criar um outro endereço. Temos visto essa tática ser adotada com sucesso por algumas empresas — nesse caso, a proposta é criar um canal de caráter mais educativo mesmo, sem ligação direta com a marca.

Para um projeto inicial, de uma operação de pequeno ou médio porte, pode ser uma alternativa mais arriscada.

Além do blog, vale a pena analisar a possibilidade de criar um canal de vídeo (esse formato tem ocupado cada vez mais espaço) e estabelecer uma estratégia específica para as redes sociais.

Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn merecem atenção. Primeiro, por causa da audiência. Segundo, cada um deles tem uma função estratégica para a geração de resultados.

Para definir quais canais serão utilizados, considere as informações reunidas sobre o seu público-alvo. Quais plataformas ele frequenta? A resposta para essa pergunta é um bom ponto de partida.

E atenção: o uso adequado das redes sociais exige alguns cuidados em relação à linguagem adotada (respeitando as particularidades de cada uma) e à gestão dos canais.

É possível encontrar na internet inúmeras ferramentas que facilitam o trabalho e o tornam mais automatizado. É bem complicado querer administrar as publicações de forma manual, uma vez que são altas as chances de erros na programação.

Na hora do planejamento, também tenha em mente que está cada vez mais difícil conseguir bons resultados sem investir em mídia paga, principalmente, no caso do Facebook.

Divulgação

As redes sociais ajudam bastante a garantir mais visibilidade para os seus conteúdos (daí a importância de analisar a possibilidade de fazer algum investimento em mídia), mas essa frente tem outro aliado: o e-mail marketing.

Estratégia de conteúdo bem-feita é aquela que tem audiência, certo? Para isso, é importante adotar iniciativas que ajudem a pessoa a chegar ao seu material. O envio de newsletters costuma funcionar.

O sucesso da abordagem depende de alguns cuidados:

  • personalize as mensagens, uma vez que essa é uma das exigências dos usuários. Trata-se de um endereço pessoal, daí a necessidade de um tratamento diferenciado;
  • use as ferramentas de automação, porque elas permitem que a execução das campanhas seja mais eficiente, especialmente, no quesito mensuração;
  • capriche no visual do e-mail. O usuário precisa identificar a sua marca, reconhecer a qualidade do conteúdo. Para isso, é fundamental ter um material mais bem produzido;
  • valorize as CTAs (Call to Action). Nesse canal, uma boa chamada faz muita diferença para o aumento da taxa de conversão. A relevância do conteúdo é um aspecto importante, mas certifique-se de trabalhar os textos de forma que o usuário entenda a importância do material.

Mensuração

Uma das vantagens do marketing digital é justamente a possibilidade de monitorarmos tudo que acontece nos canais. Quem leu? Quanto tempo ficou no blog? O que fez depois? Quais conteúdos foram mais atrativos?

Assim como acontece na publicidade digital, não faz sentido deixar de aproveitar os recursos disponíveis para analisar os resultados do marketing de conteúdo.

Para não errar, comece estabelecendo os KPIs que serão acompanhados. Não caia na armadilha de valorizar demais as métricas de vaidade. Volume de visualizações, por exemplo, é um dado importante, desde que seja avaliado com outros fatores, como o perfil dos clientes que foram atraídos.

Conteúdos

A melhor maneira de organizar a sua produção de conteúdo é estabelecer um calendário editorial. Nele, devem ser listados os assuntos que serão abordados, bem como as datas de publicação e o formato.

Se deixar para definir essas questões na última hora, são altas as chances de algo dar errado e o blog ficar desatualizado.

Além disso, considere que a tarefa de elaborar o calendário acaba sendo produtiva. Com mais tempo de discussão e de maturação das ideias, a tendência é de que a produção ganhe em qualidade.

Para garantir que o material tenha essa característica, atente para os seguintes pontos.

Diversidade de formatos

Blog posts, vídeos, e-books, webinars e infográficos são os formatos mais empregados no marketing de conteúdo. É importante utilizar todos os tipos? Sim, pois isso vai garantir que o blog não se torne repetitivo.

Conteúdos adequados

A distribuição do material deve ser feita de acordo com a jornada de compra do cliente. Assim, é preciso pensar em conteúdos adequados para cada uma das etapas pelas quais a pessoa passa antes de efetuar uma compra: conhecimento, consideração e decisão.

Os blog posts funcionam bem para todos os estágios, assim como os vídeos, que podem ser usados de forma isolada ou para complementar o texto.

Webinars, e-books e infográficos são classificados como materiais ricos e, preferencialmente, devem ser “negociados” com os usuários, em troca de mais informações.

Essa é uma das premissas, por exemplo, do Inbound Marketing: a oferta de conteúdos mais elaborados é feita por meio de uma landing page. Nesse espaço, além das informações sobre o material, geralmente, incluímos um formulário para extrair dados do usuário.

Como ficou claro neste artigo, há muito a ser feito na estruturação de uma estratégia de marketing de conteúdo. Porém, o esforço vale a pena, em virtude dos resultados. Os aspectos técnicos são importantes, mas o principal é a orientação estratégica, que deve ser norteada pelo respeito ao seu público.

Gostou do artigo? Precisa de ajuda para começar a produzir? Então, veja agora como fazer um blog post que converte!

Conteúdo produzido pela Rock Content.

Guia do Marketing conversacional: 5 coisas que você precisa saber

O marketing conversacional tem sido uma das mais principais tendências do mercado nas relações entre empresas e clientes. Trata-se de uma estratégia que visa humanizar o contato e o atendimento, com o objetivo de fidelizar clientes e melhorar as vendas.

Na prática, requer uso de tecnologia inteligente para funcionar e dar conta das demandas de relacionamento. Dois exemplos são:  os chatbots,  robôs que interagem com o público em formato de chat e por meio de tecnologia artificial; e os SMSs automatizados.

Quer entender mais sobre o que é marketing conversacional, para que ele serve, qual é sua importância, implicações e tendências? Então, acompanhe os tópicos abaixo com bastante atenção, pois apresentamos cinco informações que você precisa saber!

1. O que é marketing conversacional?

O marketing conversacional é um conceito que vem ganhando cada vez mais destaque pela sua metodologia que pretende reduzir as distâncias entre empresas e clientes. Consiste na estratégia de estabelecer relações mais humanizadas, atendimentos personalizados e experiências positivas aos consumidores.

Além do mais, entre seus objetivos estão as práticas de compreender as necessidades dos consumidores para prestar o melhor atendimento (rápido, preciso e eficiente) e oferecer o que eles de fato precisam.

2. Qual é a sua função?

O consumidor brasileiro está mais exigente do que nunca. É o que revela um estudo da Salesforce referente ao Brasil: 89% dos participantes da pesquisa afirmam que a experiência de compra proporcionada pelas empresas é tão importante quanto a qualidade dos produtos e serviços consumidos.

Diante de tal dado, fica fácil compreender a função do marketing conversacional, não é verdade? Ninguém mais quer ser tratado como mero número ou elemento quantitativo. O papel dessa estratégia é justamente vencer essa percepção e fazer com que o cliente se sinta único e especial.

3. Por que é tão importante?

A importância do marketing conversacional está na sua capacidade de gerar e identificar leads qualificados, ou seja, consumidores que apresentam grande propensão em concretizar a compra. Além disso, é excelente para conquistar e fidelizar esses indivíduos, sobretudo a partir do bom atendimento.

Com o marketing conversacional, a empresa eleva o grau de diálogo com o mercdo e proporciona melhores experiências de compra, na medida em que estabelece uma comunicação “um-para-um”. O resultado? Engajamento e aumento nas vendas.

4. Quais seus principais canais de comunicação?

Conhecida também como marketing da conversação, a técnica faz jus ao seu nome por dedicar foco na interação com o comprador final. Essa comunicação é feita por canais específicos para o diálogo, isto é, quando ambos os atores (empresa e cliente) são ao mesmo tempo emissores e receptores.

Nessa perspectiva de comunicação horizontal, apresentamos alguns dos principais canais utilizados para colocar o marketing conversacional em prática.

Redes sociais

As redes sociais da internet são meios importantes e adequados para esse método. Isso porque constituem espaços e recursos propícios para a interlocução, tanto na forma de chat quanto nas postagens (comentários, curtidas, compartilhamentos etc.).

Além disso, a maior parte dos consumidores utilizam essas plataformas para buscar informação e entretenimento. Logo, elas podem funcionar muito bem como canais de vendas e relacionamento.

Websites, blogs da empresa e e-commerce

As plataformas digitais administradas pela própria empresa vão um pouco mais além das redes sociais, principalmente por serem mais específicas e apresentarem maior probabilidade de levar o internauta à ação. Os websites, blogs e e-commerce são os exemplos mais destacados.

Aplicativos

Os aplicativos têm revolucionado as formas de se relacionar com o cliente no atual mercado e também são importantes canais para o marketing conversacional. Oferecem soluções e recursos para mensagens em tempo real e são práticos e fáceis de usar.

SMS

As mensagens de texto do formato SMS são essenciais para interações rápidas e dinâmicas. Não exigem sinal de internet e são enviadas e recebidas por meio de aparelho celular, que dificilmente desgruda das mãos das pessoas.

Elas também podem ser usadas para informar prazos e status de compras online, oferecer promoçõeslançar e promover novos produtos, enviar lembretes etc.

A eficácia do uso do SMS como estratégia de marketing é traduzida em dados de agências especializadas, como Responsys, Flurry Analytics, MEF, eMarketer, Venture Beat e Anatel.

Para ter uma ideia, a taxa de abertura e leitura das mensagens de SMS é de 98%. Além disso, 75% dos telefones comercializados no planeta suportam SMS, 80% das pessoas interagem com SMS para finalidades comerciais e 72% dos profissionais da área de negócios preferem usar SMS a algum aplicativo social.

Chatbot por SMS

O chatbot por SMS é uma ferramenta muito eficiente para o marketing conversacional. Mas afinal, o que é chatbot? É um robô que funciona a partir da inteligência artificial e consegue oferecer informações preestabelecidas e personalizadas para o cliente. Na verdade, ele pode ser uma árvore de decisão com mensagens programadas.

Suas funcionalidades permitem criar fluxos interativos de mensagens para otimizar soluções e levar o consumidor a alguma ação. Alguns exemplos práticos do chatbot por SMS são:

  • confirmação de informações para evitar fraudes;
  • ofertas de negociação de dívidas;
  • pesquisas de satisfação;
  • questionários personalizados;
  • disparos de cupons de desconto e promoções;
  • confirmação ou cancelamentos;
  • entre outros.

5. Que tipo de benefícios o marketing conversacional oferece ?

Chegamos à reta final do artigo e, talvez, na parte mais esperada por você. Estamos certos? Pois bem, descrevemos brevemente, na sequência, os benefícios que o marketing conversacional pode proporcionar à sua empresa:

Personalização no atendimento ao cliente

Por meio de coleta e análise de dados dos clientes, é possível compreender bem o perfil e comportamento do público-alvo do negócio. Com isso, o marketing conversacional personaliza o atendimento, torna o contato mais humano e as experiências de compras positivas.

Otimização do tempo e da produtividade

A oferta de meios de comunicação diversificados evita que gargalos e filas sejam formados nos processos de atendimento. Dessa forma, além de mais rápido, o serviço é eficiente, produtivo e ganha maior capacidade de levar o cliente à ação de comprar. Dependendo das soluções automatizadas e inteligentes adotadas para a estratégia, é possível manter o serviço de atendimento online disponível 24 horas por dia.

Público engajado e melhora na gestão de relacionamento

Ao sentir-se bem tratado e satisfeito com a interação personalizada dedicada às suas necessidades, o consumidor se engajará naturalmente com a marca. Tal cenário é o objetivo supremo da gestão de relacionamento voltada para a carteira de clientes.

Aumento das vendas e da autoridade da empresa

Por fim, o marketing conversacional contribui para o aumento das vendas, objetivo final de toda empresa,  e melhora a imagem do negócio, que passa a ter mais autoridade e credibilidade.

As organizações estão entendendo que a melhor estratégia de marketing não é mais publicar anúncios em jornais, revistas e televisão, nem entregar panfletos físicos, mas sim dialogar com o cliente, oferecer o que ele precisa, escutar o que ele tem a dizer e apresentar soluções rápidas, eficientes e acessíveis, como propõe o marketing conversacional.

Gostou do conteúdo? Comente conosco suas experiências na área do marketing e se o artigo contribuiu para os seus conhecimentos!

7 estratégias que sua empresa deveria adotar para fazer o lançamento de novos produtos

O lançamento de produtos é um momento crucial para o sucesso no mercado, depois de um longo período dedicado a estudar, produzir de maneira planejada toda uma estratégia de vendas. Diante dessa importância, na hora de apresentar sua criação para o público consumidor, é preciso adotar medidas que não só demonstrem a relevância do seu trabalho, como também o diferenciem da concorrência.

Para atingir esse objetivo satisfatoriamente, o marketing é um grande aliado, uma vez que, com ações conjuntas e bem estruturadas, é possível mostrar seu produto ao mercado e se consolidar como referência em qualidade e credibilidade.

Neste artigo falaremos sobre o tema apontando 7 estratégias eficientes que sua empresa pode adotar para ter sucesso na hora de lançar um novo produto no mercado. Então, continue com a leitura e confira.

1. Divulgação do produto para clientes internos e externos

Se a sua empresa conta com uma parcela fiel de clientes, é indicado criar uma campanha específica de lançamento voltada para esse público. Para atingir esse objetivo, o ideal é que o foco seja aqueles consumidores que tenham um perfil compatível com o produto lançado, despertando o interesse deles para com o seu negócio e reforçando ainda mais sua relação com os leads já conquistados.

Também é importante adotar uma boa estratégia para atrair clientes externos, fazendo com que, cada vez mais, as pessoas conheçam as soluções oferecidas e se interessem por elas. Para isso é preciso traçar um plano criativo e que, ao mesmo tempo, demonstre as qualidades, diferenciais e vantagens do seu produto quando comparado aos concorrentes.

2. Utilização das redes sociais como ferramenta de divulgação

As redes sociais com sua diversidade de público, formatos e perfis são ótimas ferramentas para divulgação de uma campanha de lançamento de produtos, uma vez que é acessível a grande parte da população e possibilita a segmentação de público de acordo com os objetivos a serem atingidos.

Outra grande vantagem é a possibilidade de mensurar resultados com facilidade e alinhar pontos que estejam fora do esperado. Com isso, pode-se corrigir o que for necessário e aumentar as perspectivas de alcance e fortalecimento da marca no mercado. Também é importante manter um site com informações completas e relevantes, onde o cliente tire dúvidas sobre o produto e entre em contato quando precisar.

3. Divulgação em material impresso

Mesmo diante da força das redes sociais, as opções de mídia impressas continuam sendo ótimas alternativas para quem deseja ampliar o alcance das ações de lançamento de produtos. Existem diversas opções, e por isso, é preciso que seja feito um levantamento sobre o perfil do público-alvo para direcionar os recursos para a criação de peças como flyers, panfletos, revistas, jornais, catálogo e informativos, entre outros.

Quanto mais conhecimento de seu público o gestor tiver, maiores são as chances de ele adotar um plano eficiente na hora de apresentar sua nova solução. Para conseguir ouvir e atender as necessidades do seu público a dica é sempre pesquisar o seu mercado e manter um bom diálogo com seu cliente.

4. Ações de SMS

Outra opção mais econômica porém muito eficaz é o SMS, uma vez que o smartphone é usado diariamente por cerca de 235 milhões de pessoas somente no Brasil.  Esse recurso, quando utilizado da maneira correta, tem grande potencial de alcance e pode contribuir tanto para a divulgação de novos produtos quanto para a fidelização dos clientes já conquistados.

Um estudo realizado pela Leads360 concluiu que campanhas de SMS têm uma alta taxa de abertura, podendo atingir até 99% do público. Outro destaque importante apontado pela pesquisa é o índice de conversão, que teve um aumento em torno de 328% nas empresas analisadas. Entre as grandes vantagens do uso do SMS estão:

  • é um meio econômico e eficiente de divulgação;
  • não precisa de internet para atingir o público-alvo;
  • possibilidade de personalização do remetente da mensagem (sender ID);
  • envio de alertas na tela de bloqueio do celular (flas SMS);
  • altas taxas de retorno;
  • melhoria no retorno sobre investimento (ROI).

5. Ações de divulgação com influenciadores

Se a propaganda é a alma do negócio, a indicação de influenciadores pode ser muito importante para passar uma imagem de credibilidade e impulsionar o poder da sua marca na hora do cliente fechar negócios. Isso porque o uso de alguém renomado em sua campanha de divulgação pode conferir uma mensagem de segurança para o público final, aumentando as chances de conversão.

Na hora de decidir por quem será o/a garoto(a) propaganda do seu novo produto, é essencial encontrar um nome que tenha familiaridade e boa aceitação entre o seu nicho de mercado. Para isso, podem ser realizadas pesquisas de opinião a fim de identificar possíveis bons influenciadores nesse momento tão crucial da sua estratégia.

6. Eventos de divulgação

Estrear com o pé direito é sempre muito importante, e por isso, um evento de lançamento é uma forma de mostrar para todos que você tem um produto novo e diferenciado no mercado, além de marcar presença e gerar propaganda boca a boca entre as pessoas. Para a ocasião podem ser convidados clientes, fornecedores, colaboradores e autoridades, entre outros públicos, que podem abrilhantar o seu evento.

Pode ser feito um coquetel de lançamento, com atrações especiais e demonstração dos motivos pelos quais o produto apresentado deve ser considerado como boa opção diante da concorrência. Uma maneira eficaz de atrair olhares é enviar um convite a órgãos de imprensa para que eles acompanhem o lançamento e produzam matérias e conteúdos relacionados à ocasião.

7. Invista em ações com vídeos

Campanhas em vídeo geram um bom engajamento das pessoas, e por isso, sua empresa pode apostar nessa estratégia para otimizar os recursos e atrair cada vez mais pessoas. Com o advento de sites especializados na reprodução de vídeos, é possível conseguir milhões de visualizações em pouco tempo de campanha.

Uma outra opção tradicional e igualmente lucrativa são os comerciais de TV, que também conseguem atingir públicos de diferentes perfis e têm grande poder de persuasão junto ao consumidor. Porém, para esse formato, é preciso estudar bem as possibilidades, uma vez que os anúncios na televisão costumam ter um valor maior do que nas demais plataformas de audiovisual. Se o público for mais segmentado também pode se considerado anunciar em cinemas, durante o lançamento de filmes de grande sucesso.

Neste artigo falamos sobre 7 estratégias que podem ser implementadas para o lançamento de produtos novos no mercado, a fim de potencializar o alcance e otimizar as chances de aceitação e, consequentemente, sucesso de sua aposta no mercado. É importante lembrar que este é um processo que envolve diversas etapas de estudo e planejamento de ações, sendo fundamental que o empreendedor esteja o mais preparado possível.

Gostou das nossas dicas? Então, entre em contato conosco pelos nossos canais: (11) 3444-5010, e-mail comercial@tww.com.br ou site.