fbpx
Tag

Tendência

Browsing

Hábitos de consumo pós-Covid

A nova realidade em que estamos inseridos mudou os hábitos de consumo muito antes do que se imaginava. Empresas que nunca cogitaram aderir ao mercado digital, agora o priorizam para a manutenção dos negócios. Assim como, também impressiona o aumento de compras online feitas por brasileiros durante o período de isolamento social.

Segundo um  estudo sobre as tendências que afetarão o setor de varejo e a indústria, as atuais circunstâncias globais fizeram dos consumidores mais conectados, informados, exigentes, engajados e conscientes. Por isso, vale muito a pena conhecer quais hábitos de consumo adquiridos durante esse período se tornarão as novas tendências do mercado. 

Confira novos hábitos de consumo pós-Covid

Selecionamos cinco hábitos de consumo que serão tendência no mercado. Confira!

Digital onipresente

A transição de hábitos antes tidos como exclusivos do ambiente físico para o digital, foi um dos efeitos mais visíveis do isolamento. Dentre as principais atividades, estão a adesão de aplicativos para bem-estar, a prática de telemedicina, o ensino à distância e as videoconferências e vídeochamadas. Essa nova tendência nos hábitos de consumo também mostra que não basta apenas estar online. É importante construir canais efetivos de atendimento, como chatbots por SMS e redes sociais.

Consumo repensado

A incerteza financeira diante da crise faz com que cortes de gastos e uma maior reflexão sobre a real necessidade de uma compra se torne um hábito de consumo moderno. Além disso, os consumidores estão mais abertos à possibilidade de adquirir um produto usado. Por isso, é importante estar atento aos novos modelos de negócios, como locadoras e vendas de produtos de segunda mão.

Aumento da (in)fidelidade

Um novo hábito de consumo observado é adesão de consumidores a marcas que antes não utilizavam. No Brasil, 25% das pessoas antes tidas como “clientes fiéis” estão frequentando novas lojas. Já aqueles que adquiriram novas marcas estão entre 30% a 40% do total de compradores. Dessa forma, manter o foco em consumidores leais, assegurar a disponibilidade de produtos em canais chave, além de explorar conexões afetivas com os consumidores podem ser grandes diferenciais neste cenário.

Consumo seguro

A preocupação com a Covid-19 fez com que consumidores prefiram estar em ambientes em que se sintam seguros. A higienização de lojas e funcionários e a pouca aglomeração se tornam cada vez mais indispensáveis. Portanto, é muito importante pensar em modos de promover mais segurança aos clientes, aderindo a equipamentos de proteção e repensando a rotina, se necessário.

Saúde e qualidade de vida 

Segundo relatório da empresa de consultoria empresarial McKinsey & Company, durante o isolamento social, 60% dos brasileiros estão consumindo mais produtos frescos e não industrializados do que antes. Além disso, outros 80% estão buscando fazer alguma atividade física dentro de casa. Por isso, é importante pensar em comoatender a esses novos hábitos de consumo por parte dos consumidores através de novas ofertas e produtos, buscando canais efetivos para divulgá-los.

Comunicação adequada

Como vimos, os novos hábitos de consumo adquiridos durante a crise vieram para ficar. Acompanhar constantemente essas atualizações e manter a comunicação correta com os seus clientes são fatores fundamentais para não ficar para trás diante de tantas mudanças. Para isso, conte com a TWW, há mais de 20 anos no mercado, auxiliando para  resultados positivos em suas campanhas de marketing.

Oferecemos as melhores soluções de SMS corporativo com um suporte completo, ajudando a otimizar envios, criar conteúdos relevantes e eficientes. Fale com nossos consultores e conquiste uma comunicação efetiva na sua empresa.

Chatbots: Tendências e usos para 2020

O chatbot veio para revolucionar as relações entre empresas e clientes, e isso não é novidade. Mas vale destacar que essa tecnologia não está nem perto de se esgotar. De acordo com o Gartner Institute, até o final de 2020, cerca de 85% das interações dos consumidores serão conduzidas por essa inteligência. Já o relatório da Grand View Research afirmou que, em 2025, o mercado de chatbots deve movimentar US$ 1,23 bilhão. Até lá, estima-se que o segmento apresente crescimento anual de 24%.

Essa tecnologia já passou a ser um diferencial entre as instituições, dando vantagens competitivas às empresas que a adotam. Isso porque os chatbots oferecem diversas facilidades, como atendimento a qualquer hora do dia e contato multicanal, que garantem ao cliente uma resposta imediata.

Ao longo deste conteúdo, você conhecerá tendências de chatbot para a sua empresa aproveitar neste ano, além de dados que deixam clara a importância desse canal para aumentar as conversões do seu negócio. 

O público dos chatbots

Antes de falar sobre as tendências do chatbot para 2020, é importante destacar como essa tecnologia é aceita entre o público. De acordo com pesquisa efetuada por uma empresa de software de envolvimento do cliente, 70% dos consumidores entre 18 e 37 anos já tiveram contato com empresas via chatbots e, desses, 80% afirmam ter recebido respostas satisfatórias.

Tendências e usos do Chatbot

Como citado anteriormente, o chatbot está mudando rotinas nas empresas e provocando revoluções no quesito atendimento ao cliente. E no ano de 2020, essa tecnologia promete incentivar ainda mais inovações.

Aumento de chatbots baseados em voz e inteligência artificial

A popularização dos assistentes virtuais e o aumento da pesquisa por voz (que, no buscador Google, já corresponde de 5% a 10% das consultas), mostra uma evolução na interação via voice bots. Com isso, é esperado um aumento de voice bots inteligentes, que são capazes de interagir de uma forma mais humana e personalizada, utilizando gírias, criando conversas mais fluidas e amigáveis. 

Assim, é comum que o atendimento realizado por essa tecnologia se torne cada vez mais comum, com um contato amigável, claro, sem ruídos de compreensão e confortável para o consumidor.

Atendimento rápido e omnichannel

De acordo com estudo da SalesForce, quase 30% dos usuários esperam uma resposta em até 10 minutos após realizar contato via mensagem de texto. Além disso, um quarto das pessoas entre 18 e 35 anos esperam retorno no mesmo intervalo de tempo após solicitar atendimento via rede social. 

Com isso, é possível observar que os consumidores procuram atendimento rápido e a qualquer hora do dia, o que evidencia a tendência do aumento do uso de chatbots para respostas imediatas. Vale destacar também que, além de agilidade, os clientes esperam que o contato seja fluído mesmo que ele mude de canal, sendo omnichannel. Assim, desejam não precisar repetir a solicitação, mas continuar a conversa iniciada em outro ponto de contato.

Quer aplicar estratégias de chatbots via SMS ou voicebot na sua empresa, atendendo a todas as necessidades dos seus clientes? A TWW está há mais de 20 anos no mercado aprimorando ferramentas de comunicação, assim, oferece plataforma de voicebot com inteligência artificial e SMS com fluxo automatizado de conversa, que dispensa aprimoramento ou calibração de robô e oferece, ainda, atendimento ágil e de baixo investimento. Conte com uma consultoria especializada  e eficiente para o seu negócio! Fale com nossos consultores.